• Home
  • Tutora acha cão perdido depois de 6 anos após ver foto na web: 'Milagre'

Tutora acha cão perdido depois de 6 anos após ver foto na web: 'Milagre'

0 comments

Marcela e Woody estão juntos novamente após seis anos (Foto: Arquivo Pessoal/ Marcela Godoy)
Marcela e Woody estão juntos novamente após seis anos (Foto: Arquivo Pessoal/ Marcela Godoy)

Por seis anos Marcela Godoy, estilista de 35 anos, teve que viver sem o seu cãozinho, o Woody. A moradora de Avaré (SP) acredita que ele tenha sido sequestrado em 2010, quando sumiu de sua casa. Contudo, anos após ‘perder’ seu animal doméstico, ela conseguiu reencontrá-lo depois de reconhecê-lo em uma foto publicada na página S.O.S Animais Perdidos de Avaré, no Facebook. Desde quarta-feira (19) o cão voltou a viver com ela na mesma casa onde morava seis anos atrás.

“Para mim foi um milagre. É muito tempo de diferença, o que é difícil de acontecer. Mesmo sabendo que era difícil eu tinha esperança. na terça-feira (18) entrei na página para postar fotos de um cão perdido achado por uma amiga. Por acaso vi a foto, o reconheci e comecei a chorar. Liguei para a pessoa que estava com o cão que confirmou uma marca de nascença nele, que é uma mancha branca abaixo do rabo. Assim que confirmei fui no dia seguinte buscá-lo. Quando o vi fiquei extremamente feliz e um pouco assustada, porque ele estava muito diferente de antes. Já ele, coitado, por estar surdo e não enxergar bem demorou para me reconhecer”, diz.

Após ver foto, tutora do animal combinou o reencontro (Foto: Reprodução/ Facebook)
Após ver foto, tutora do animal combinou o reencontro (Foto: Reprodução/ Facebook)

A foto do animal, que até então estava vivendo em uma Organização Não Governamental (ONG) da cidade, foi publicada pela funcionária pública Ateneia Ferreira, administradora e criadora da página dedicada à animais perdidos há mais de um ano. “Coloquei a foto dele e três dias depois a tutora apareceu. Eu fiquei tão feliz e emocionada em ver que o meu trabalho pôde ajudar uma pessoa a encontrar seu animal. Muito feliz por ter contribuído com um gesto simples”, conta ela.

Woody, que é da raça Spitz alemão tem 10 anos. Além dos problemas normais da idade, ele está debilitado porque viveu anos na rua ou com outras pessoas, afirma Marcela. “Antes ele era feliz e extrovertido. Já hoje em dia é assustado e medroso. Acho que ele passou fome e apanhou nesses anos longe de casa. Ele também está surdo e tem a visão ruim. A partir de agora vamos dar vitaminas, levar no veterinário, cuidar bastante dele. Já até tosamos para o pelo dele nasça mais forte.”

Anos distantes

Segundo Marcela, o caso do desaparecimento do cão é cheio de mistérios. Ninguém sabe se o cão se perdeu ou foi, de fato, furtado. Além disso, ninguém sabe também se ele ficou mais de quatro anos na rua ou convivendo com uma família. O que se sabe é que ele foi resgatado em 2015 das ruas pela ONG Amor de Quatro Patas.

Ateneia comemorou fato de dona se reencontrar com cão após publicação (Foto: Reprodução/ Facebook)
Ateneia comemorou fato de dona se reencontrar com cão após publicação (Foto: Reprodução/ Facebook)

Woody se juntou com os mais de 200 animais que vivem no abrigo, de acordo com a dona. “Eles cuidaram muito bem dele lá. Acho que ele sofreu maus-tratos antes de ser resgatado pelo abrigo. Mesmo com dificuldades por tantos animais e falta de verba eles fazem o melhor que podem”, ressalta a dona de Woody.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>