• Home
  • Produtores de leite abandonam exploração animal para plantar amêndoas

Produtores de leite abandonam exploração animal para plantar amêndoas

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/ Shutterstock
Reprodução/ Shutterstock

As vendas de laticínios na Califórnia (EUA) têm diminuído tanto que os produtores estão abandonando a exploração de vacas leiteiras e trocando-as pelo leite vegetal. Os consumidores têm consumido cada vez menos leite animal e os números não mentem. Em 2015, as vendas de leite de amêndoas nos EUA subiram 4,2% em uma indústria que lucra US$ 1 bilhão.

Por outro lado, o consumo de leite de vaca no país apresentou um constante declínio nas últimas décadas. Hoje, os norte-americanos consomem 37% menos laticínios do que em 1970 e, em 2015, o consumo de leite animal com baixo teor de gordura caiu em 13%. De acordo com um artigo no Idaho Statesmen, “o verdadeiro golpe para a indústria de laticínios é a substituição generalizada de vacas por amendoeiras.”

Esta é uma grande vitória. Durante décadas, a indústria de laticínios conquistou inúmeras pessoas: em grande parte por causa de falsas alegações de que produtos lácteos são a melhor maneira de obter cálcio para “ter ossos fortes.” Os  supostos benefícios do leite e do queijo aumentaram o número de consumidores que, agora, estão começando a se conscientizar sobre a terrível realidade desta indústria, os malefícios que alimentos derivados de animais geram à saúde e seus impactos ambientais.

Com essa mudança no mercado, várias empresas produtoras de leite de amêndoas e de outros leites vegetais estão ganhando espaço. Parece que o que está acontecendo na Califórnia (um dos maiores Estados produtores de lácteos dos EUA) é uma resposta clara a estes novos hábitos de consumo.

O número de amendoeiras do Estado quase dobrou na última década. O fazendeiro Richard Wagner planeja expandir a área de suas amendoeiras em 300 acres no próximo ano.

Em entrevista ao Idaho Statesman, Wagner – que assumiu a fazenda de gado leiteiro de seu pai – explicou: “O mercado vegetal tem sido muito bom e os produtores de laticínios têm que tomar uma decisão”.

Seguindo essa tendência, a Olam Farming Inc., parte do Singapura-Based Olam International, adquiriu recentemente uma área de 1.550 acres usada para produção de laticínios com planos de transformá-la em uma plantação de amendoeiras.

Esta mudança no uso de terras poderá ocorrer em  maior escala no futuro próximo. De acordo com Vernon Crowder, vice-presidente do Rabobank International, “a pressão sobre os produtores de laticínios na Califórnia para venderem suas terras aos produtores de oleaginosas irá continuar durante os próximos cinco anos”.

Além disso, a transformação de explorações leiteiras em amendoeiras pode ajudar a região atingida pela seca a poupar água, informou o One Green Planet. Estima-se que sejam necessários cerca de 30 litros de água para produzir um copo de leite de vaca e 23 litros de água para o leite de amêndoas.

Embora existam argumentos que criticam o uso intensivo de água para cultura de amêndoas, esta é uma escolha melhor em comparação ao leite animal.  As amendoeiras também não liberam emissões de metano e não causam uma grande poluição da água e do ar como a produção leiteira.

A indústria de laticínios ainda está tentando se manter  com campanhas realizadas com a participação de celebridades  e atletas como a Life Milk, mas quando consideramos a quantidade de produtos livres de crueldade e inovadores disponíveis no mercado, isso parece quase irreversível.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>