• Home
  • Cavalo explorado em carruagem desmaia de exaustão

Cavalo explorado em carruagem desmaia de exaustão

0 comments

Reprodução / The Dodo
Reprodução / The Dodo

Por Ana Luiza Yoneda / Redação ANDA

Por mais de vinte minutos, Norman, um cavalo de 770 kg, permaneceu no chão de concreto.

Ele não conseguia se reerguer após desmaiar no meio do trânsito da cidade de Nova York às 2h da manhã no último fim de semana, feriado de dia do trabalho nos EUA.

De acordo com Bogdan Paul Anghelut, que estava no local, o cavalo de 14 anos foi levado a exaustão. Ele contou ao New York Post que viu o condutor da carruagem gritando com Norman para ele andar quando o sinal abriu. Mas por conta da fadiga, o animal não conseguiu obedecer os comandos. Ele caiu no chão e parecia estar respirando “devagar e com dificuldade”.

Segundo Anghelt, após Norman cair, pessoas que trabalhavam nos estábulos o ajudaram, dando-lhe água e colocando algo em sua boca. Após os longos 20 minutos ele conseguiu se levantar, enquanto um policial assegurava a testemunha que o cavalo estava bem.

Anghelut compartilhou a história com fotos que ele tirou da cena com diversos departamentos de Nova York e NYClass, um grupo local de defensores dos direitos animais.

Em uma declaração sobre o incidente, NYClass criticou o prefeito Bill de Blasio por não se pronunciar sobre o caso de Norman, apesar de se unir a defensores dos animais — de Blasio foi o primeiro prefeito na história recente da cidade a contratar uma pessoa para tratar de assuntos relacionados ao bem-estar dos animais.

“É revoltante que no ano de 2016 ainda existam cavalos de carruagem desmaiando nas ruas de Hell’s Kitchen às 2h da manhã”, afirmou NYClass na declaração. “Se as testemunhas não tivessem vindo a público denunciar o ocorrido para os defensores dos animais, as pessoas nunca iriam saber que isso aconteceu. Quantos outros incidentes com cavalos já foram ocultados do público?”

Muitos, infelizmente.

Registros da policiais obtidos pelo NYClass detalham incidentes apavorantes onde cavalos de tração colidiram com carros, ciclistas e food trucks, entre outros acidentes não revelados, que ocorreram entre outubro de 2009 e abril de 2014.

Reprodução / Facebook/Stopping NYC Horse Abuse
Reprodução / Facebook/Stopping NYC Horse Abuse

Mas já houve esperança para as carruagens de Nova York — De Blasio apresentou um projeto de lei que limita a indústria de carruagens, porém ela foi rejeitada pela Câmara Municipal de NY.

“Considerando esse trágico incidente com o cavalo Norman desmaiando em uma rua enquanto puxava uma carruagem, além de dezenas de outros acidentes documentados ao longo dos anos envolvendo cavalos em ruas movimentadas, é o momento para os governantes acabarem com essa instituição ultrapassada”, declarou Joyce Friedman, coordenadora da Humane Society dos EUA (HSUS) ao The Dodo.

Não só os cavalos são forçados a trabalhar em condições desumanas, durante ondas de calor por exemplo, como eles também são presas — ou seja, possuem uma forte reação à possíveis ameaças, que pode ser violenta, ou de fuga e que pode ser desencadeada por qualquer acontecimento inesperado. Isso, juntamente com o ambiente caótico da cidade de Nova York contribui para sobrecarregar um cavalo — e faz com que acidentes sejam comuns.

Quer ajudar a acabar com as carruagens puxadas por cavalos em Nova York? Assine a petição da NYClass aqui.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>