• Home
  • Polícia investiga assassinato de lontras-marinhas nos EUA

Polícia investiga assassinato de lontras-marinhas nos EUA

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/LilianCarwell
Reprodução/LilianCarwell

Autoridades da vida selvagem na Califórnia (EUA) fizeram um apelo ao público e ofereceram uma recompensa de US$ 10 mil para encontrar os responsáveis por uma série de assassinatos de lontras-marinhas na região.

Três lontras-marinhas do sul, também conhecidas como lontras-marinhas da Califórnia, foram encontradas mortas em Santa Cruz neste mês e os resultados iniciais das necropsias revelam que os animais foram baleados de acordo com o Serviço de Animais Selvagens e de Pesca dos Estados Unidos.

Duas lontras eram jovens e machos e uma era um homem adulto. É provável que os animais tenham sido mortos entre o final de julho e o início de agosto. As autoridades suspeitam que uma quarta lontra encontrada morta no dia 20 de agosto também tenha sido baleada.

As lontras são protegidas pela lei estadual e pela Lei de Proteção de Mamíferos Marinhos e o assassinato de um dos membros da espécie é punível com prisão e uma multa de até US $ 100 mil.

Em 1977, as lontras-marinhas foram colocadas sob a proteção da Lei de Espécies Ameaçadas (ESA) após terem sido caçadas até quase sua extinção, informa o Huffington Post.

Atualmente, há cerca de três mil lontras que vivem em águas californianas, o que é um grande declínio em relação à existência de dezenas de milhares de integrantes da espécie antes do início do comércio de peles.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>