• Home
  • Agropecuária e moda matam cerca de 4 milhões de cangurus por ano

Agropecuária e moda matam cerca de 4 milhões de cangurus por ano

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/OneGreenPlanet
Reprodução/OneGreenPlanet

Eles sobreviveram por milhares de anos a secas severas e inundações e são criaturas magníficas que vivem no interior australiano. Os cangurus selvagens só podem ser encontrados no país.

Por um lado, a Austrália se orgulha dos cangurus que são considerados um símbolo da região. Porém, por trás disso há uma realidade terrível: de três a quatro milhões de cangurus são mortos a cada ano, o que representa o maior assassinato de animais selvagens terrestres do planeta.

Há mais de 100 milhões de ovelhas e vacas que moram nas terras australianas e dois terços do país são ocupados pela agricultura; principalmente ligada à exploração de animais em fazendas.

Quando se trata de alimentação, estas ovelhas e vacas são priorizadas em detrimento de animais selvagens, mas claro que isso não acontece porque há preocupação com o bem-estar destes animais, mas sim porque eles são considerados propriedades pela agropecuária.

Em condições normais, estudos mostram que os cangurus não competem com os animais que vivem em fazenda no que se refere à busca de alimento, mas durante os períodos secos, a Austrália extermina a vida selvagem e o que é pior: são milhões de assassinatos. Alguns animais são transformados em carne para os seres humanos, outros em alimentos para outras espécies, alguns em couro e há os que são deixados para apodrecer.

O governo tentar regular o assassinato em massa de cangurus, que ocorre anualmente, dando identificadores para caçadores. Centenas de milhares de cangurus são esmagados até a morte por golpes na cabeça depois de serem arrancados das bolsas de suas mães.

É muito difícil manter um registro preciso do que está acontecendo com as populações de canguru em um país enorme e isolado e alguns cientistas estão preocupados com os danos irreversíveis que seres humanos causam à sobrevivência da espécie.

Há ainda milhões de cangurus em estado selvagem, mas estes assassinatos terríveis irão dizimar a população. Apenas 30% dos animais sobrevivem durante seu primeiro ano e em tempos de seca. As populações de cangurus podem ser reduzidas em mais de 50%, informa o One Green Planet.

Como os caçadores visam aos animais maiores e machos, que são considerados mais valiosos, a diversidade genética dos cangurus inevitavelmente também se tornará mais fraca e isso resultará em animais mais suscetíveis a doenças.

A carne e o couro de cangurus são vendidos em todo o mundo, mas alguns lugares já têm se posicionado contra a indústria. Os britânicos protestaram tanto que os supermercados pararam de vender carne de canguru. “Os californianos não querem ter nenhuma relação com o assassinato maciço de cangurus na Austrália. Milhares de criaturas maravilhosas morrem a cada ano”, disse Wayne Pacelle , presidente-executivo da Humane Society dos Estados Unidos.

É repugnante observar a crueldade contra animais e este caso é agravado pelo fato de que cangurus inocentes têm sido mortos porque são considerados ‘’pragas’’ pelos agricultores.

Esta não é a primeira vez em que a expansão da agropecuária é o principal motor para o declínio de uma espécie. Todos nós podemos ajudar a proteger os animais selvagens e conservar seus habitats por meio de nossas escolhas alimentares. O consumo de produtos sem origem animal salva a vida de diversas espécies e preserva o meio ambiente.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>