• Home
  • Aumenta a incidência de maus-tratos e abandono de animais em Uberaba (MG)

Aumenta a incidência de maus-tratos e abandono de animais em Uberaba (MG)

0 comments

O abandono de animais têm sido frequente na cidade mineira (Foto/Divulgação)
O abandono de animais têm sido frequente na cidade mineira (Foto/Divulgação)

Casos envolvendo maus-tratos e abandonos de animais de grande porte têm sido registrados nos últimos meses em Uberaba (MG). Nesta quarta-feira (24), por exemplo, um cavalo foi encontrado abandonado em um terreno no Bairro Abadia. O animal foi encontrado com ferimentos e sinais de desnutrição em um terreno baldio do bairro.

Vizinhos levaram água e tentaram proteger o animal contra o sol forte. Voluntários da Sociedade Uberabense de Proteção aos Animais (Supra) também estiveram no local. O animal chegou a ser levado para o Hospital Veterinário de Uberaba (HVU), mas não resistiu.

A preocupação é que, segundo o veterinário Márcio Freitas, casos de animais vítimas de abandono, doentes e vítimas de maus-tratos têm sido frequentes na cidade. “O que a gente pede é que os tutores dos animais busquem apoio veterinário antes de chegar a casos como o do cavalo. [..] A ideia é que tenhamos os animais saudáveis, sempre”.

Há cerca de um mês, o MGTV mostrou outro caso de maus-tratos envolvendo um cavalo. Foi no Bairro Jardim Maracanã. De acordo com os vizinhos, o animal ficou caído na rua por cerca de cinco horas. Nesse caso, o animal foi adotado e está bem.

Atualmente, existem pelo menos três leis que fazem algum tipo de menção a maus-tratos de animais: uma federal, uma estadual e uma municipal. A lei municipal foi aprovada no começo de julho e prevê multa que pode passar de R$ 3 mil.

Para o tenente Rivaldo Luciano, da Polícia Militar de Meio Ambiente, é muito importante que a população trabalhe em parceria com a polícia e denuncie situações de abandono e maus-tratos para que o responsável pelo animal seja encontrado.

“Verificou que o animal está sofrendo maus-tratos, está doente, não está recebendo abrigo adequado, alimentação adequada, está com falta de água, pode acionar a Polícia Militar, que o crime será verificado e a polícia tomará as providências relativas a esse fato”, explicou o militar. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (34) 3317-8900.

Fonte: Jornal Floripa

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>