• Home
  • Operação combate pesca do boto-cinza na Costa Verde (RJ)

Operação combate pesca do boto-cinza na Costa Verde (RJ)

0 comments

Divulgação
Divulgação

Espécie ameaçada de extinção, o boto-cinza sofre com a pesca na Costa Verde do Rio de Janeiro. Segundo levantamento do Instituto Boto Cinza, que monitora o animal, os número não param de diminuir: em 2002, pesquisadores identificaram 2.000 indivíduos, contra apenas 850 no ano passado.

Para evitar que a situação piore, a Polícia Federal realiza uma operação em Angra dos Reis e em Paraty, nas baías de Sepetiba e Ilha Grande. A pesca é identificada por meio dos equipamentos da embarcação fiscalizada e do local de pesca.

“Essa operação é permanente e, partir desse momento, a gente tende a intensificar a nossa atuação”, disse o diretor Polícia Federal de Angra, Adriano Soares. “Já culminou na apreensão de mais de cinco toneladas de peixe, em torno dez embarcações com cerca de 50 presos“.

Agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) também conferem as licenças ambientais e realizam uma campanha de conscientização, envolvendo pescadores e associações de pesca.

“A gente está fazendo uma cartilha de instruções para os pescadores, a gente está ouvindo os pescadores, existem diversas reuniões com os pescadores locais. Acredito que isso é um passo fundamental, a conscientização e o esclarecimento do que pode e do que não pode”, contou o chefe do Ibama em Angra dos Reis, Luiz Felipe Bonifácio da Silva.

Preocupado com o desaparecimento do boto-cinza, o Ministério Público Federal (MPF) abriu uma investigação devido o risco de extinção da espécie na região.

“Nós temos um animal em extinção que vai desaparecer em oito anos. Nós estamos com um índice de mortalidade de 1% por mês, e aqui na baía de Sepetiba você tem a maior concentração de boto-cinza do mundo. Então desaparecendo o boto aqui, as chances da espécie simplesmente desaparecer — em termos de Brasil — são altíssimas”, concluiu a procuradora da República Monique Cheker.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>