• Home
  • Ativistas pelos direitos animais denunciam massacre de pintinhos na Austrália

Ativistas pelos direitos animais denunciam massacre de pintinhos na Austrália

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Animal Liberation/Aussie Farms
Reprodução/Animal Liberation/Aussie Farms

Imagens que mostram pintinhos machos, com apenas alguns dias de idade, sendo triturados em incubadoras de ovos em Melbourne provocaram indignação em ativistas pelos direitos animais, que exigem o fim da crueldade que ainda é legalizada na Austrália.

A organização Animal Liberation divulgou imagens que exibiam pintinhos sendo empurrados para uma máquina de maceração, segundo matéria do The Guardian.

Normalmente, os pintinhos machos são assassinados quando nascem, uma vez que não produzem ovos.

“Nós sabemos sobre esta prática da indústria há bastante tempo, mas ninguém foi capaz de observá-lo aqui na Austrália até agora “, disse Chris Felforce, diretor do Aussie Farms.

“Acho que a maioria das pessoas ficaria absolutamente chocada ao saber que financia isso quando compra ovos, mesmo aqueles ovos que ostentam etiquetas como ‘livres de gaiolas”.

A prática é legalizada na Austrália e a “maceração rápida” é classificada como uma forma aceitável de destruição de pintinhos no país, de acordo com o código modelo de prática para o bem-estar das aves domésticas.

O vídeo foi supostamente feito em um centro de incubação chamado Criadouros Especializados em Melbourne.

Até o final deste ano, a Alemanha irá introduzir uma tecnologia que será capaz de identificar o sexo de embriões de galinha antes de serem chocados.

Já os Estados Unidos se comprometeu a parar de assassinar pintinhos machos dentro de quatro anos.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>