• Home
  • Mulher resgata e cuida de filhotes de cangurus órfãos para libertá-los na natureza

Mulher resgata e cuida de filhotes de cangurus órfãos para libertá-los na natureza

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/TanyaJones
Reprodução/TanyaJones

Sempre que um filhote de canguru se vê sem o conforto da bolsa da mãe, Tanya Jones, uma reabilitadora da vida selvagem da Austrália fornece um cobertor ao filhote e se junta a ele na cama, juntamente com outros cangurus.

Recentemente, uma pessoa dirigiu seis horas apenas adotar um canguru órfão, agora chamado Derv depois que Jones o salvou, diz o The Dodo.

Além dos cangurus, o abrigo de Jones também cuida de aves, répteis e de outros animais selvagens.

Jones conta que a maioria dos cangurus atualmente sob seus cuidados perderam suas mães para caçadores, que matam as mães pela sua carne.

“Antes, caçadores só atiravam nos machos para a alimentação. Agora, isso parece não importar mais para eles. É tão trágico.”
Atualmente, Jones cuida de oito filhotes órfãos, todos entre três e seis meses de idade. Vigiar cada um é um trabalho em tempo integral.

“Estou com eles constantemente, 24 horas pro dia, pois isso é o necessário para fazê-los se sentirem seguros e protegidos em seu novo mundo”, disse ela.

O abrigo já funciona há 10 anos e os dias de Jones começam às cinco da manhã, já que os filhotes, dependendo da idade, têm que ser alimentados em um período que varia de duas a quatro horas.

“Eu tenho cuidado da vida selvagem desde que era uma menina. Minha mãe sempre salvou animais”, relatou.

Reprodução/TanyaJones
Reprodução/TanyaJones

Os cangurus resgatados não só prosperam somente pelo conforto que recebem, mas também pela companhia um do outro como uma família adotiva.

Esse foi o caso de Liana, um jovem canguru que chegou doente no abrigo no início de maio. Ela ficou mais forte na companhia de suas “irmãs” órfãs, Rarda e Isabella, e lentamente recuperou sua saúde e seu farto apetite.

Isabella, por exemplo, adora encher Jacob, um dos cangurus machos, de beijos.

Jones afirma cuidar de cada animal até que eles atinjam cerca de 2 anos antes de liberá-los de volta na natureza.

Embora ela adore os filhotes, ela compreende que eles só terão vidas melhores quando forem soltos.

“Para mim, a melhor parte sobre cuidar de animais selvagens é o momento de libertá-los. Esta é a minha maior alegria. O verdadeiro amor é o amor que liberta”, explica.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>