• Home
  • Ativistas protestam contra Groupon por incentivar exploração de animais como entretenimento

Ativistas protestam contra Groupon por incentivar exploração de animais como entretenimento

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/PETA
Reprodução/PETA

Os acionistas que compareceram à reunião anual do Groupon em Chicago na última quinta-feira (8) tiveram uma surpresa: inúmeros membros da PETA protestaram contra a empresa devido à promoção de notórios exploradores de animais como o SeaWorld, o Universoul Circus e o Ringling Bros.

Um membro da PETA defendeu apaixonadamente a resolução apresentada pelo grupo em janeiro deste ano que pede urgentemente que o Groupon pare de oferecer descontos para performances cruéis com animais.

“Enquanto a oposição pública é contrária à utilização de animais para entretenimento como nunca fora, o Groupon continua promovendo uma indústria que separa as mães de seus filhotes, aprisiona animais em ambientes inadequados e priva animais altamente inteligentes e emocionalmente complexos de tudo o que é natural e importante para eles “, dizia a declaração feita em nome do grupo.

Segundo a PETA, as vendas de ingressos para o SeaWorld, o Ringling Bros., e outras “atrações” com animais têm diminuído por uma razão: o público tem se voltado às empresas que aprisionam e exploram animais e o Groupon deveria seguir esse movimento.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>