• Home
  • Castramóvel, um novo olhar para os animais abandonados do Jaboatão (PE)

Castramóvel, um novo olhar para os animais abandonados do Jaboatão (PE)

0 comments

Marcelo Ferreira
Marcelo Ferreira

A castração é um ato de amor. Ela evita o abandono de ninhadas indesejáveis e o aumento de animais abandonados. Garantindo esse ato de amor para pessoas que não têm condições de arcar com esse tipo de procedimento, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes implantou, no dia 08 de junho de 2015, um projeto pioneiro em Pernambuco. Há um ano, o castramóvel veio para dar atenção aos animais carentes do município. Segundo o IBGE a população de animais abandonados no município chega a 94,5 mil cães e gatos. Todo trabalho é realizado em parceria com as ONGs Brala, AAPA, Gato Feliz e Cia, e Savana.

Nesse um ano de atuação, que coincide com a 2ª Semana de Meio Ambiente do município, já foram realizadas mais de 2 mil cirurgias em cães e gatos carentes. Atualmente, existem 3 mil animais cadastrados para realização do procedimento. O automóvel percorre todas as sete Regionais do município, passando em torno de 15 dias em cada uma delas. O projeto é itinerante e permanente.

Quem fica à espera do termino ou início da cirurgia do seu animal percebe o clima de família. Todos contam um pouco da sua história, mostram fotos de seus animais, dão apoio àqueles que possuem animais doentes e assim o tempo passa rápido e a ansiedade. Cada animal que sai ou entra é recebido com carinho pela equipe.

A Coordenadora de Defesa e Proteção Animal, Ana Cláudia Araújo, explicou que o castramóvel é uma grande família. “Todos aqui somos mães e pais de animais. Então, em cada animal que chega o sentimento é de que somos tios de cada um”, falou. Ana falou ainda da satisfação de trabalhar e coordenar um projeto como esse. “A gente conseguiu nesse um ano evitar mais de duas mil crias indesejadas e a diminuição de abandono em massa, diminuição de crimes contra os animais. Foram 12 meses de muito trabalho, muita dedicação da equipe, compromisso assumido da gestão em realizar esse controle populacional dos animais do Jaboatão. Ainda temos um longo caminho pela frente”, enfatizou.

A pensionista Conceição Cabral, 65 anos, adotou dois gatos abandonados, Charlô e Pirata – nome dado pelo fato do animal ter perdido um olho enquanto morava na rua. Moradora do bairro de Piedade, sempre manteve os animais separados um do outro pelo comportamento agressivo. Após serem castrados, a realidade mudou. “Hoje, eles vivem grudados um ao outro, parecem um casal. Agora eles não brigam mais. Agradeço ao programa, que é maravilhoso e uma prova de humanidade da gestão. Mesmo se tratando de animais, é um programa humanitário”, enalteceu.

Equipe – “Trabalhar em um projeto que ajuda os animais é gratificante”, enfatizou Lucilene Silva, que há um ano atua como auxiliar de veterinária no castramóvel. Esse sentimento de amor e cuidado é passado para quem é atendido no Programa e é retribuída à equipe em forma de agradecimentos, presentes e emoção ao entregar ou receber seu animal. A pensionista Conceição Cabral enalteceu o trabalho dos profissionais que atuam no automóvel. “O cuidado e atenção com a gente acontece desde a marcação ao pós-cirúrgico, me senti acolhida”, salientou.

Fonte: Prefeitura de Jaboatão

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>