• Home
  • À espera de socorro, filhote de urso é assassinado por oficial de conservação

À espera de socorro, filhote de urso é assassinado por oficial de conservação

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/VictoriaAnimalNews
Reprodução/VictoriaAnimalNews

Quando Tiana Jackson estava dirigindo, ela notou um filhote de urso minúsculo na lateral da estrada. Tiara retirou o animal do local e ligou para a RCMP e a Diretoria de Conservação Micah Kneller, porém mais tarde ela e sua família ficaram traumatizados após os eventos decorridos dessa decisão, que ela relatou no Facebook.

Enquanto Jackson observava o filhote, ela pediu ajuda por telefone para autoridades de conservação que alegaram que estavam se dirigindo ao local. Porém, segundo ela, o filhote a começou a vagar e ir em direção a algumas árvores e o oficial estava a duas horas de distância.

Jackson diz que o filhote estava precisava de assistência e parecia um pouco magro e fraco. Além disso, ele estava perdido e sozinho. Com a ajuda de seu irmão e de sua cunhada, Jackson colocou um cobertor no filhote e eles esperaram pelo aparecimento da mãe do animal, que não ocorreu.

Então, ela decidiu levar o urso para sua residência e avisou o oficial.

“ Eu lhe disse que levei o urso para casa para mantê-lo longe da estrada e em segurança até que a ajuda chegasse. Ele disse que ele teria matar o urso de qualquer maneira mesmo sem ainda ter visto o filhote”.

Jackson entrou em contato com um centro de reabilitação que disse que ficaria feliz em acolher o filhote. Ela só precisava da autorização do oficial.

Embora ela tenha informado o oficial de que havia um centro disposto a oferecer abrigo para o animal, ele foi buscar uma injeção possivelmente letal para aplicar no urso.

“Ele disse que os ursos não podem ser reabilitados. Sentei-me na frente do canil chorando e implorando para levar o urso para o centro. Ele ficou dando inúmeras desculpas que diziam que o bebê tinha que morrer. Fiquei na frente do canil enquanto ele foi buscar uma injeção”

Jackson alega que ela e outros membros da sua família imploraram pela vida do filhote em vão.

“Ele entrou, pegou o filhote rosnando e gritando e deu a injeção. Pegou o urso enquanto ele ainda rosnava e estava com falta de ar e o jogou em uma caixa dentro de seu caminhão. Ele foi embora sem dizer uma palavra”.

“Esta foi uma experiência absolutamente horrível que irá quebrar por um longo tempo meu coração e os corações de minha família que testemunharam esta tragédia”, disse ela.

Quando Jackson telefonou para o centro reabilitação para informar que o urso foi morto, foi alegado que o oficial de conservação ignorou as chamadas realizadas pelo centro antes mesmo de chegar ao local em que estava o curso.

“Ele também havia dito ao seu supervisor que o urso estava inconsciente e teve de ser morto. Isso claramente não é verdade”, conta.

“Achei que o trabalho dele era salvar os animais”, afirmou Jackson em entrevista ao Victoria Animal News.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Psicopata o tal guarda.As pessoas nao podem se deixar intimidar por supostos funcionarios e fardados.Em casos absurdos como o ocorrido devem juntar mais pessoas e impedir de modo efetivo a crueldade.Chamem a policia enquanto impedem e tirem a vitima fora do alcance do assassino rapido

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>