• Home
  • Irmãs ativistas lançam portal que aborda veganismo negro e feminismo

Irmãs ativistas lançam portal que aborda veganismo negro e feminismo

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/BlackVegansRock

Frequentemente, o veganismo negro ou o veganismo indígena são retratados pela grande mídia como integrantes do veganismo branco.

O veganismo é considerado um estilo de vida de pessoas brancas, mas isso está incorreto. Por isso, é extremamente importante que aumentem os espaços de narrativas de veganos negros, diz o Animal Voices.

Um espaço de mídia digital em que isso ocorre o é Black Vegans Rock, criado pela criativa Aph Ko, uma ativista envolvida em vários projetos de mídia digital independentes.

Aph também lançou um novo blog chamado “Aphro-ism” com sua irmã Syl, no qual elas fazem análises críticas do ponto de vista de um veganismo feminista e negro.

O Black Rock vegans foi criado depois que Syl escreveu a primeira lista que destacou 100 Veganos Negros que fazem um trabalho incrível para derrubar o estereótipo de que o veganismo é uma coisa de “pessoas brancas”.

O novo espaço visa destacar veganos negros que tem tentado conseguir mais visibilidade para seus trabalhos, suas artes, músicas, livros ou outros projetos.

O trabalho de Aph e de Syl é fundamental para compreender o processo de apagamento que os corpos negros também sofrem dentro do veganismo.

Aph também é conhecida por fazer séries online de comédia fictícia que abordam questões de justiça social.

A série “Tales from the Kraka Tower” satiriza a diversidade no ambiente acadêmico e possui um personagem negro vegano. Já a série “Black Feminist Blogger” ressalta a invisibilidade de diversas blogueiras.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>