• Home
  • Morre cavalo resgatado por estudantes após maus-tratos em Goiás

Morre cavalo resgatado por estudantes após maus-tratos em Goiás

0 comments

Divulgação
Divulgação

Mesmo com todo o tratamento dispensado, o cavalo que havia sido resgatado por estudantes do 5º período do curso de Veterinária da Unip não resistiu às consequências dos maus-tratos e veio a óbito. Apesar dos esforços dos alunos, coordenados pelo professor Paulo José Queiroz, o animal faleceu na tarde de sexta-feira (20/5) por causas ainda desconhecidas.

O material biológico do equino já foi encaminhado para a realização da necrópsia, cujo resultado tem a previsão de sair em até três dias. Contudo, como a próxima semana conta com feriado prolongado, é provável que a causa da morte só seja esclarecida na semana seguinte.

Os estudantes entregaram o corpo do animal para a Comurg, para que fosse feito o descarte apropriado.

Resgate

O cavalo foi resgatado de situação de maus-tratos na tarde de quinta-feira (19/5). O animal estava em um terreno baldio próximo ao Jardim Botânico quando foi visto por uma das estudantes. Ela chamou os colegas, que foram até o local.

Tristan de Camargo Fernandes é um dos alunos que participou da ação. “Hoje uma colega nossa passou ao lado do pasto e viu o cavalo bastante debilitado. Ela fez as avaliações iniciais e constatou que ele estava em uma situação bem ruim”, disse. Com base nisso, os colegas foram acionados para irem até o local prestar os primeiros socorros.

Os próprios alunos custearam o transporte do cavalo para a faculdade, onde ele foi diagnosticado com um quadro de desnutrição, desidratação e anemia. Após algumas horas de tratamento, ele chegou a apresentar sinais de melhora e os estudantes começaram a pensar em transformá-lo em um mascote da turma, no entanto, sua morte foi constatada por volta das 15h desta sexta-feira (20/5).

Segundo moradores da região onde ele foi encontrado, o cavalo pertencia a um homem que o utilizava para puxar carroças. Quando sua saúde começou a ficar debilitada, ele foi abandonado.

Os alunos registraram um boletim de ocorrência no 8º DP, mas o homem ainda não foi encontrado. Ainda segundo os vizinhos, ele teria outros animais que também estariam sofrendo maus tratos. A pena prevista para crimes desse tipo varia de um a quatro anos de prisão e aplicação de multa.

Fonte: Mais Goiás

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Parabéns a estes alunos que já sabem o verdadeiro significado de se doar a salvar vidas e fazer jus a profissão que escolheram.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>