• Home
  • Ex-presidiário é indiciado após matar uma galinha nos EUA

Ex-presidiário é indiciado após matar uma galinha nos EUA

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Fourleggedfriends/Citizen Times
Foto: Fourleggedfriends/Citizen Times

Um homem de Asheville, na Carolina do Norte (EUA), foi indiciado por ter cometido crueldade contra animais, de acordo com um mandado registrado no tribunal do condado de Buncombe.

David Lee Penley, que já havia sido preso por homicídio há alguns anos, foi acusado após um incidente envolvendo uma galinha que era criada como membro de uma família, segundo o documento.

Christina Hallingse, do departamento de polícia de Asheville, disse que a polícia foi chamada para atender a um chamado de “perturbação da ordem pública”.

Segundo a reportagem do Citizen Times, pouco depois da meia noite do dia 22, a moradora Jill Prescott disse que ligou para as autoridades se queixando por ter sido acordada pelo som de “galinhas gritando”.

Ela diz ter visto as duas galinhas sendo seguradas pelo pescoço, e em seguida sacudidas e jogadas no chão. Uma delas sobreviveu; a outra não teria resistido e morreu.

Penley já havia sido preso anteriormente por homicídio culposo envolvendo a morte de um homem, de acordo com registros dos tribunais.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Se essa lei fosse aplicada nos abatedouros e nas fazendas de criação de animais para consumo ao redor do mundo muita gente estaria presa e merecidamente!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>