• Home
  • Coruja é resgatada em hotel na praia de Gaibú, no Cabo de Santo Agostinho (PE)

Coruja é resgatada em hotel na praia de Gaibú, no Cabo de Santo Agostinho (PE)

0 comments

CPRH/Cortesia
CPRH/Cortesia

A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) recebeu uma coruja-de-igreja (Tyto furcata) resgatada por agentes de fiscalização ambiental da Secretaria de Meio Ambiente do Cabo de Santo Agostinho. O animal, que mede 85 cm, foi encontrado aparentemente atordoado no saguão de um hotel localizado na praia de Gaibú, no Litoral Sul do Estado. Após as primeiras avaliações, a coruja foi encaminhada para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), no bairro da na Guabiraba, até poder ser devolvida à natureza.

“Ainda que apresente reflexos normais e pareça em boa condição, o animal será acompanhado de perto por biólogos e técnicos do centro. Se necessário, será feita reabilitação física e de comportamento. Isso porque, às vezes, o animal está domesticado e precisa voltar à sua condição selvagem para ser solto e reintroduzido”, explicou o chefe do Setor de Licenciamento de Fauna da CPRH, Eduardo Vasconcelos.

Conhecida também por coruja-das-torres ou Suindara, a ave é cosmopolita (ocorre no mundo inteiro, especialmente, em área urbana). Muitos creditam à espécie o mau-agouro da morte por emitir o som de “rasga-mortalha” e por isso é caçada e apedrejada por supersticiosos. A ave, no entanto, traz benefícios ao homem: de hábitos noturnos, se alimenta de morcegos e roedores.

Fonte: Folha PE

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>