• Home
  • Cerca de 20 linces-ibéricos ameaçados de extinção são libertados na natureza

Cerca de 20 linces-ibéricos ameaçados de extinção são libertados na natureza

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Lince-ibérico. Foto: Miguellm/Shutterstock
Lince-ibérico. Foto: Miguellm/Shutterstock

O lince-ibérico é uma bela e altamente ameaçada espécie de felino nativa do sudoeste da Europa. Um especialista na caça de coelhos, o lince-ibérico enfrentou um declínio rápido quando duas doenças dizimaram a população de coelhos no século 20. Sem a capacidade de mudar para outra fonte de alimento e com outras pressões como a perda de habitat, a espécie parecia estar à beira da extinção. Graças aos esforços de conservacionistas, um programa de reintrodução está trazendo estes felinos de volta à natureza. Desde o início deste ano, 20 linces foram libertados na natureza na Espanha e em Portugal. As informações são do Mother Nature Network.

De acordo com a New Scientist, em 2002, havia menos de 100 linces-ibéricos na natureza, confinados a apenas duas regiões no sul da Espanha. Desde então, sua população cresceu para mais de 300, graças em parte a um ambicioso programa chamado LIFE Iberlince. Há planos para libertar 48 linces no total este ano em sete regiões, a maioria de centros de reprodução em cativeiro. Estes irão se juntar aos 124 já soltos desde 2014, em Castilla-La Mancha, Extremadura e Andaluzia, na Espanha, e no Vale do Guadiana, em Portugal.

Embora o programa de reintrodução tenha sido um sucesso, ainda existem ameaças significativas que os felinos devem superar para se manterem seguros da extinção. As populações de coelho devem permanecer estáveis e, mais importante, livres das doenças que afetaram tão dramaticamente os animais. Além disso, atropelamentos são uma importante causa de morte que deve ser enfrentada. Dois linces-ibéricos foram mortos ao longo de uma estrada em apenas uma semana no início deste mês, uma das quais era uma fêmea com rádio-colar.

De acordo com a WWF, a construção de estradas de alta velocidade e rodovias, dividindo o habitat do lince, é outra das principais ameaças para este gato selvagem 2014 foi um ano trágico: 22 animais morreram sob as rodas de carros. Um número muito elevado, dada a pequena população da espécie. Depois de uma campanha WWF, as autoridades nacionais e regionais espanholas estão começando a tomar medidas preventivas nas estradas.

Corredores de vida selvagem podem ajudar nesta questão, algo que tem sido implementado em muitas áreas do mundo. Os cientistas estimam que custaria cerca de 6 milhões de euros para “tornar as estradas mais seguras para linces limpando estradas, colocando barreiras e criando passagens que permitam que os felinos atravessem com segurança”, relata o jornal Guardian. Mas até agora, nada foi feito.

Além disso, garantir um habitat adequado é outro desafio. De acordo com o Yale 360, “restam apenas cerca de cinco por cento dos habitats naturais dos linces, o resto foi perdido para a agricultura, as barragens, as estradas, as habitações e outros tipos de desenvolvimento.”

Enquanto isso, o Reino Unido está ponderando sobre um programa de reintrodução para o lince eurasiático. A espécie de felino foi eliminada no Reino Unido por caçadores há cerca de 1.300 anos atrás.

“O lince pode ser um salvador da zona rural britânica,” afirmou Paul O’Donoghue, consultor científico chefe do Lynx UK Trust, à New Scientist. “O campo britânico está efetivamente morrendo porque há um sobrepastoreio maciço devido ao grande número de cervos. Linces iriam mudar toda a dinâmica destes rebanhos de cervos, pois irá reduzir os danos florestais e promover a regeneração.” O lince eurasiático já foi reintroduzido na Alemanha, onde beneficiou ecossistemas.

Apesar de enormes desafios permanecerem, as perspectivas para o lince-ibérico parecem melhores do que há uma década. Espera-se que, com esse esforço, a espécie seja salva da extinção.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>