• Home
  • Mulher é presa por tentar ajudar cães presos por anos

Mulher é presa por tentar ajudar cães presos por anos

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Cães-presos
Foto: Divulgação

Motoristas passando ao longo de um trecho solitário de estrada em Lansing, Carolina do Norte, podem ver uma cena triste: um curral de galos magros e cães esqueléticos. E fica ainda pior quando saem do carro.

É quando os cães começam a uivar. Há pelo menos três deles, muitas vezes de pé em cima de uma casa de cachorro solitária, latindo para o céu. Somente Lisa Fitzpatrick, que trabalha em um resgate de animais, não passou reto. Uma mulher que viveu em uma propriedade vizinha havia a chamado depois de ler sobre seu trabalho de resgate no jornal.

“Ela disse: ‘Eu vi cães morrerem de fome, eu vi cães morrerem em lutas. Estes beagles foram colocados lá fora como filhotes e eles nunca deixaram o local'”, diz Fitzpatrick ao The Dodo. Parecia que pouco tinha mudado quando ela chegou. Cães diferentes. O mesmo inferno.

“Este grupo particular de cães tem estado lá há cerca de três anos, de acordo com um vizinho”, explica Fitzpatrick. “Antes disso, houve outros tipos de cães que foram acorrentados do mesmo modo.” Não vendo qualquer alimento ou água fresca, Fitzpatrick chamou o controle animal. Em vez de os animais serem levados, foi Fitzpatrick que foi presa no dia seguinte. Por invasão de propriedade.

O registro de abuso de animais está disponível para qualquer pessoa que visite o tribunal de Lansing – incluindo condenações anteriores sobre crueldade animal e brigas de galo.

Essas convicções vieram com uma suspensão de tutelar animais por dois anos. “O vizinho disse que no mesmo dia de sua liberdade, os galos voltaram, assim como os cães,” diz Fitzpatrick. “Não é realmente difícil de conectar uma coisa à outra – se você foi condenado por brigas de galo e agora você tem 100 galos em sua propriedade. Não é nada excepcional.”

“A questão mais importante é que o estado da Carolina do Norte tem algumas das piores leis de bem-estar animal.” diz Fitzpatrick. “Nosso país ainda não criou um conjunto mais forte então eles se escondem por trás da lei.”

*É permitida a reprodução total ou parcial desta matéria desde que citada a fonte ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais com o link. Assim você valoriza o trabalho da equipe ANDA formada por jornalistas e profissionais de diversas áreas engajados na causa animal e contribui para um mundo melhor e mais justo.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>