• Home
  • Comedouros públicos disponibilizam ração e água para cachorros em situação de rua

Comedouros públicos disponibilizam ração e água para cachorros em situação de rua

0 comments

Por Elis Tanajura/ ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Comedouro para cães. Foto: Kailline Giraldo/ El Universal
Comedouro para cães. Foto: Kailline Giraldo/ El Universal

Em Cartagena, na Colômbia, foi instalado esse mês o primeiro comedouro público para cães e gatos em situação de rua da cidade. Outros 78 comedouros já foram instalados no país em municípios como Medellín, Barranquilla, Bogotá, Manizales, Cali, Neiva e Monteria.

Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal
Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal

A iniciativa foi organizada pela ativista de direitos animais Liz Villa. Ela explicou ao jornal Universal que se inspirou em uma publicação das redes sociais. Após muita pesquisa, Villa decidiu alocar os comedouros na cidade.

O primeiro distribuidor de alimentos foi instalado na Plaza del Joe Arroyo, no Centro Histórico. Ainda esta semana, mais um deve ser colocado na cidade, no El Laguito. “Estes locais foram escolhidos porque são lugares que têm um acompanhamento contínuo e, acima de tudo, há cães e gatos em situação de rua que precisam ser alimentados”, ressaltou Liz Villa.

Ração e água são disponibilizadas para animais em situação de rua. Foto: Yara Mattos/acervo pessoal
Ração e água são disponibilizadas para animais em situação de rua. Foto: Yara Mattos/acervo pessoal

Sobre o comedouro
Feito em aço galvanizado, o seu custo é de 200 mil pesos. Tem dois reservatórios, um para a água e um para a ração, com uma alavanca o produto é colocado para fora. Há ainda um espaço com cadeado, por onde o distribuidor é reabastecido e uma proteção contra chuvas.

Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal
Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal

Há uma pessoa que monitoriza constantemente o comedouro, que é responsável por trocar a água, colocar a ração e realizar a limpeza a cada 15 a 20 dias para prevenir a proliferação de fungos e bactérias.

“Foi explicado à comunidade qual é o objetivo, um comedouro para cães e gatos em situação de rua, não para todos”, afirmou Villa.

Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal
Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal
Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal
Foto: Yara Mattos/Arquivo pessoal

*É permitida a reprodução total ou parcial desta matéria desde que citada a fonte ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais com o link. Assim você valoriza o trabalho da equipe ANDA formada por jornalistas e profissionais de diversas áreas engajados na causa animal e contribui para um mundo melhor e mais justo.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>