• Home
  • Protestos contra venda de foie gras levam restaurantes a retirá-lo do menu

Protestos contra venda de foie gras levam restaurantes a retirá-lo do menu

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Ecorazzi
Foto: Ecorazzi

A proibição da comercialização de foie gras nos Estados Unidos foi derrubada no mês passado, após pressões por parte de profissionais de gastronomia, empresários e fazendeiros que lucram com a exploração dos animais.

No ano passado, o chef de cozinha Sean Chaney, da empresa Hot’s Kitchen, e fazendeiros produtores de foie gras do Canadá e de Nova York haviam desafiado a proibição, processando o estado da Califórnia. As informações são do Sky News e do Ecorazzi.

Ativistas realizam manifestação contra derrubada da proibição do foie gras na Califórnia. Foto: Sky News
Ativistas realizam manifestação contra derrubada da proibição do foie gras na Califórnia. Foto: Sky News

Assim que foi anunciada a revogação do veto, chefs comemoraram o retorno da liberação do consumo, o que despertou a indignação de grupos ativistas de direitos animais, que organizaram protestos logo após a revogação da proibição anunciada no dia 8 de Janeiro.

Os ativistas realizaram manifestações para lembrar e ressaltar que a prática de engordar e alimentar à força os gansos e patos é cruel e se dá mediante imensa tortura.

Mais uma vez, os ativistas fizeram ações contundentes e manifestaram-se contra o foie gras nas redes sociais.

Chef Sean Chaney, que lutou pela derrubada do veto, mostra pratos com foie gras e ostenta uma camiseta defendendo o consumo. Foto: Sky News
Chef Sean Chaney, que lutou pela derrubada do veto, mostra pratos com foie gras e ostenta uma camiseta defendendo o consumo, sem se importar com o sofrimento dos animais. Foto: Sky News

No entanto, alguns chefs parecem insistir em ignorar totalmente o sofrimento infligido aos patos e gansos explorados cruelmente para a produção do alimento conforme já foi exposto e publicado várias vezes pela ANDA.

Sean Chaney, por exemplo, questionou por que não se pode matar um animal “que é criado para isso”.

Foto: Sky News
Foto: Sky News

Porém, aparentemente, o trabalho dos ativistas tem tido resultados até fora dos Estados Unidos. No Reino Unido, um chef igualmente removeu o foie gras do seu menu para o fim de semana do “Valentine’s Day” por conta de protestos.

Conforme a reportagem, Mark Dixon, que é um renomado chef em seu país, postou no Facebook o menu que preparou para a data em seu restaurante, incluindo o foie gras. Logo após a publicação, o restaurante foi bombardeado com ligações e manifestações contrárias, o que o levou a remover a iguaria de seu cardápio para a ocasião.

O prato consiste em fígado engordado de gansos ou patos. Foto: Sky News
O prato consiste em fígado engordado de gansos ou patos. Foto: Sky News

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Chefs não entendem mesmo a razão dos Ativistas porque estão preocupados com a grana não importando quem está morto e temperado no prato, se sofreu ou não, que se danem o defunto e os amigos dele. Mas um dia a casa cai, anota isso daí.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>