• Home
  • Estado da Índia classifica aves nativas e bisões como "pragas"

Estado da Índia classifica aves nativas e bisões como "pragas"

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Aves "peacok" e búfalos selvagens estão entre os animais que o governo de Goa quer classificar como "pragas". Foto: Getty/DNA India
Aves “peacok” e búfalos selvagens estão entre os animais que o governo de Goa quer classificar como “pragas”. Foto: Getty/DNA India

Aves nativas da espécie “Peacock’ e búfalos selvagens (bisões) estão entre animais que deverão ser listados como “pragas” pelo governo indiano de Goa.

“Nós listamos diversas espécies selvagens que incluem javalis, búfalos selvagens e peacocks como ‘animais’ incômodos’. Esses animais estão criando problemas para fazendeiros e destruindo seus cultivos em áreas rurais”, disse Ramesh Tawadkar, Ministro da Agricultura, a repórteres em Margao. As informações são do India Times.

A decisão do governo deverá causar indignação por parte dos ambientalistas, uma vez que o peacok é uma ave nacional e o búfalo selvagem é declarado como “espécie protegida” e nativa do estado de Goa, e a mudança irá torná-los vulneráveis.

Tawadkar disse que está completamente ciente de que esses animais pertencem a espécies ameaçadas, e afirmou que o governo terá de seguir um procedimento para validar a decisão e mudar a classificação dos animais.

“Nós teremos de compilar os registros de quantas queixas foram recebidas dos fazendeiros por destruição de lavouras por esses animais”, disse ele, acrescentando que há várias reclamações e que os fazendeiros estão demandando que o governo declare esses animais como ‘pragas’.

Durante uma reunião da Assembleia Legislativa, o Ministro Laxmikant Parsekar anunciou que o governo irá declarar os macacos e outras espécies como animais ‘parasitas’, pois representam uma ameaça de perda para os agricultores. Ele também apontou que foram descobertos casos de macacos doentes em certas partes do estado.

A reportagem não informa que providências serão tomadas com relação a esses animais se for aprovada a mudança proposta pelo governo, mas é certo que, se isso acontecer, eles poderão ser exterminados sem maiores consequências.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>