• Home
  • Denúncia contra veterinário que atendia gratuitamente animais de famílias carentes foi feita por colegas de profissão

Denúncia contra veterinário que atendia gratuitamente animais de famílias carentes foi feita por colegas de profissão

0 comments

Divulgação
Divulgação

Ao invés de se reunirem para propor ações conjuntas para atendimento de animais de famílias carentes um grupo de médicos veterinários se reuniu com políticos de São Carlos e decidiram denunciar o colega de profissão, Ricardo Fehr Camargo, no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-SP).

Na reunião os veterinários ficaram revoltados com Camargo porque ele estaria usando o atendimento gratuito como estratégia de marketing para atrair novos clientes para sua clínica. Foi desta forma que decidiram então apresentar uma carta denuncia no Conselho.

O caso do médico Ricardo Fehr Camargo acabou tendo repercussão nacional. O médico veterinário Ricardo Fehr Camargo e a sua esposa, também veterinária, tiveram uma ideia para auxiliar famílias carentes que tinham seus animais domésticos e não podiam pagar uma consulta para seus animais. Iriam atender gratuitamente, um sábado por mês. As famílias cadastram os seus animais e passam por uma triagem para comprovação da condição social. Uma ação de extremo interesse público que foi proibido pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-SP).

Camargo se preparava para atender quando uma fiscal do CRMV-SP realizou uma visita em sua clínica e considerou que a ação do médico não era de utilidade pública. Ela determinou a suspensão do atendimento e ainda informou que o veterinário iria responder um processo interno no conselho.

Ricardo Fehr Camargo publicou um vídeo na internet pedindo para que as pessoas divulguem e compartilhem. O governo não oferece serviços públicos veterinários que possam atender a demanda e segundo a representante do Conselho somente uma ONG poderia fazer tal ação e não uma clínica particular.

O vídeo gerou revolta e descontentamento nas redes sociais. Petições para que o médico possa atender gratuitamente está circulando pelas redes sociais.

Fonte: Notícias do Front

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>