• Home
  • Escola vegana transforma relação das crianças com a alimentação e o meio ambiente

Escola vegana transforma relação das crianças com a alimentação e o meio ambiente

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Muse School
Foto: Muse School

Quando a Muse School, na Califórnia, nos Estados Unidos, decidiu se tornar vegana no ano passado, alguns pais resistiram em aceitar a decisão.

“Há uma série de mitos em torno do desenvolvimento do cérebro e a proteína animal. Há muita desinformação sobre a carne e os produtos lácteos “, explica Jeff King, diretor da Muse School.

Antes de iniciar o ano letivo de 2015, a equipe realizou palestras e seminários para educar os pais. Por fim, a escola decidiu que uma dieta 100% à base de plantas (sem alimentos de origem animal, incluindo leite e queijo) era a escolha certa a se fazer.

E, até agora, parece que a decisão está beneficiando todos os envolvidos – especialmente os alunos.

A CBS News relata que o novo currículo e a dieta livre de crueldade têm inspirado os estudantes se animarem sobre os benefícios de uma alimentação saudável, além de se divertirem com o cultivo de frutas e legumes no jardim da escola.

“Esta é uma muda de morango que eu plantei,” afirmou a aluna da quinta série Emma Leyson à CBS. “Tudo o que plantamos, nós comemos no almoço.”

A escola fundada por Suzy Cameron e sua irmã é a primeira escola dos Estados Unidos a adotar um cardápio totalmente vegano. Paul Hudak, que dirige o programa em Muse, trabalha em colaboração com o chef da escola para preparar uma variedade de opções veganas para as crianças.

Para incentivar as crianças a apreciarem comidas nutritivas, os educadores as envolvem no processo.
“Vemos crianças comendo couve! E eu não sabia o que era couve até os 19 anos. Como elas plantam a semente e a veem crescer, elas ficam profundamente envolvidas com isso.”

As crianças se empolgam com quando veem as plantas que elas cultivaram sendo usadas como ingredientes.

“Outro dia, fizemos sopa de tomate. Eu plantei o alecrim que foi usado na sopa. Eu estava animada”, disse Emma.

Programas de jardinagem, como esse, podem ser um incentivo para as crianças se alimentarem de forma mais saudável e aprenderem de onde vem a sua comida.

*É permitida a reprodução total ou parcial desta matéria desde que citada a fonte ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais com o link. Assim você valoriza o trabalho da equipe ANDA formada por jornalistas e profissionais de diversas áreas engajados na causa animal e contribui para um mundo melhor e mais justo.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Esses pequenos saudáveis chegam em casa com a receita do que comeram para que seus pais aprendam com eles o que deveriam lhes ter ensinado, se soubessem.

  2. O título dá uma ideia errada sobre a matéria. A escola MUSE tem como foco a sustentabilidade (a alimentação 100% à base de vegetais), e não o Veganismo. Claro que isso merece notícia e é muito legal. Basta adequar os termos.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>