• Home
  • Cão resgatado se torna doador de sangue e salva muitas vidas

Cão resgatado se torna doador de sangue e salva muitas vidas

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Care2
Foto: Care2

Perdido e indesejado, um cão filhote mestiço de Labrador chamado Rascal foi salvo em um dia de nevasca em Kentucky, por Rebecca Bryant.

“Ele saiu de um monte de feno e latiu para mim como se já me conhecesse”, contou Rebecca à WYMT. “Ele simplesmente correu em minha direção como se me conhecesse há uma eternidade e pulou nos meus braços”.

Seis anos depois, Rascal retribui o seu resgate ao ajudar a salvar a vida de outros cães. A cada cinco semanas, Rascal doa sangue. Ele já forneceu sangue para mais de 80 transfusões até então. As informações são da Care2.

Rascal também é um cão que trabalha “não oficialmente” para confortar os pacientes de quatro patas da Clínica Veterinária Corbin, onde ele faz as suas doações.

“Eu sinto que ele transmite paz de espírito aos animais”, disse Bryant à WYMT. “Quando ele anda pela clínica e cheira as baias, os outros o cheiram de volta e muitas vezes balançam as suas caudas. É como se ele estivesse dizendo: ‘Está tudo ok. Você vai ficar bem. Eu estive aqui durante anos’ “.

O veterinário Gary Hamlin disse à WYMT que cães vão à clínica necessitando de uma transfusão de sangue cerca de uma vez por mês. “Quando eles precisam, eles estão muito mal”, disse ele.

Entre as condições que podem requerer uma transfusão, conforme Hamlin disse ao Times-Tribune, estão doenças como parvovirose, infecções, ingestão de veneno e ferimentos por atropelamento.

Rebecca disse que soube, desde a primeira vez que viu Rascal, que ele era especial. Sua história motiva as pessoas a olharem para os animais e darem a eles uma segunda chance”, declarou ela à WYMT.

Salvando vidas

A doação de sangue de animais domésticos é extremamente necessária, embora infelizmente não seja uma prática muito comum, apesar de vir aumentando nos últimos anos.

Segundo relatos de veterinários, a escassez de sangue em bancos de doação faz com que muitos animais venham a óbito – sobretudo gatos.

É importante que haja a crescente conscientização dos tutores, para que a prática da doação possa se tornar mais comum. Se o animal for considerado apto para doar, o processo de doação é seguro e a sua saúde não é prejudicada pelo fato de ser um doador, além do mesmo passar gratuitamente por um check-up a cada vez que faz a doação.

Para saber como e onde doar, visite o site da BSVET, que tem distribuição organizada por todo o país e, em São Paulo, veja a matéria nesse link que traz informações sobre onde doar. Em outros estados, consulte hospitais veterinários e saiba como ajudar.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>