• Home
  • Cadela sobrevive após ataque com óleo quente em Rio Grande (RS)

Cadela sobrevive após ataque com óleo quente em Rio Grande (RS)

0 comments

Cadela foi resgatada por uma agente de saúde (Foto: Julieta Amaral/RBS TV)
Cadela foi resgatada por uma agente de saúde
(Foto: Julieta Amaral/RBS TV)

Uma cadela foi vítima de maus-tratos em Rio Grande, na Região Sul do Rio Grande do Sul. A fêmea, com cerca de oito anos, foi resgatada por uma agente de saúde do município após moradores ouvirem os latidos do animal. O cão estava no pátio de uma casa no bairro Vila São Miguel, dentro de um buraco coberto com tijolos e lonas.

Segundo relatos, a cadela estava sendo queimada viva. Vizinhos suspeitam que o tutor tenha jogado óleo quente no focinho e nas patas do animal, deixando parte da pele exposta. Os moradores do bairro disseram que o tutor da cadela iria mudar de endereço e não queria mais o animal.

A cadela foi encaminhada para uma clínica veterinária, que assumiu voluntariamente o tratamento. De acordo com a veterinária Gabriela Acosta, o animal está com febre alta e infecção, mas não corre o risco de morrer. Ela ficou impressionada com a crueldade praticada contra a cadela.

Outra preocupação da veterinária é o fato de a cadela ter tido filhotes há pouco tempo e ainda apresentar leite nas mamas. O animal deve ficar em tratamento por dois dias na clínica e, depois, irá para um lar temporário em uma ONG até aparecer algum interessado em adotá-la.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. QUERO SABER SE JÁ DENUNCIARAM, SE O VERME MISERÁVEL VAI SER PROCESSADO E SE VAI PAGAR TODO O TRATAMENTO DO POBRE ANJO !!! Senão fica fácil, né??? Não aceito que não façam tudo como deve ser!!!

  2. Que absurdo, tem que ter punição para está atitude deste monstro, tem que pagar por isso, o que será que deve ter acontecido com os filhotinhos.

  3. Se sabe quem foi pois então queremos ver este caso solucionado com a punição dos responsáveis.
    Que dessem ela para alguém cuidar e não fazer uma barbaridade dessas.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>