• Home
  • Cão ferido e vítima de maus-tratos é resgatado em Volta Redonda (RJ)

Cão ferido e vítima de maus-tratos é resgatado em Volta Redonda (RJ)

0 comments

Maus-tratos: Além de doente, o animal estava acorrentado em um pequeno espaço em um imóvel no Padre Josimo (Foto: Melissa Carísio)
Maus-tratos: Além de doente, o animal estava acorrentado em um pequeno espaço em um imóvel no Padre Josimo (Foto: Melissa Carísio)

Um cachorro que estava sendo vítima de maus-tratos em uma casa do bairro Padre Josimo foi resgatado esta semana. O resgate foi feito por populares, que não quiseram ser identificados, mas que estavam revoltados com a situação do animal. Segundo eles, o animal era deixado acorrentado num espaço mínimo em frente ao imóvel, com pouca água e comida.

Como estava com um ferimento na orelha direita, que aparentemente se tratava de uma miíase – a popular bicheira, após ser recolhido do imóvel onde estava, foi imediatamente levado para ser avaliado por um veterinário e já está sendo tratado.

A tutora foi intimada pela Polícia Civil e já prestou depoimento. De acordo com o delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Eliezer Lourenço Costa, ela será indiciada por maus-tratos aos animais, segundo a lei 9.605/98, em seu artigo 32 e sua pena pode chegar a um ano de prisão.

Os vizinhos da casa onde o cachorro ficava disseram que ele sofria maus-tratos e abusos por parte de um casal que morava no imóvel. Eles contaram que o animal nunca havia sido vacinado e que era alimentado uma vez por semana.

“Ele está com a orelha toda machucada, cheia de bichos. Ele chora de dor o dia inteiro. Às vezes caminha até com a cabeça um pouco torta. Acho que não a consegue levantar mais”, relatou uma vizinha.

Segundo os vizinhos, o cão circulava livremente pelo bairro e não recebia qualquer tipo de atenção. Quando alertada sobre o estado de saúde do animal, a tutora simplesmente ignorava os avisos respondendo sempre: “Faça o que você achar melhor”.

A vizinha ainda lembrou que após falarem sobre a condição do cachorro, a mulher o acorrentou e não deu o devido cuidado a ele.

“Reclamamos para que cuidassem dele, não para que o prendessem. O espaço é muito pequeno e ele não consegue sair. Esta semana, por exemplo, ele tomou chuva todos os dias. Sua água e comida acabam e ninguém repõe”, criticou.

Fonte: Diário do Vale

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Vizinhos maravilhosos, obrigada por se importarem. Agora por favor cuidem para que este cãozinho não volte para a sua tutora e seja colocado para adoção.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>