• Home
  • Para desafogar abrigos, grupos ajudam animais abandonados em Fortaleza (CE)

Para desafogar abrigos, grupos ajudam animais abandonados em Fortaleza (CE)

0 comments

Divulgação
Divulgação

Em bairros de Fortaleza e Região Metropolitana, diversos grupos não-governamentais têm surgido para ajudar animais abandonados. A ideia inicial é tratar de cães e gatos doentes e encontrar um novo lar para os animais. Outro objetivo é “tirar mais um peso” de abrigos superlotados. Nos últimos dias, as atenções têm se voltado para o Abrigo São lázaro, que perdeu 11 cães em decorrência de um incêndio que ocorreu nas proximidades.

O grupo Proteção de Animais da Sapiranga (PAS) atua desde janeiro de 2015 e promove feiras de adoção aos sábados. A iniciativa surgiu de Ana Carolina Giffoni, 24, que abriu o PAS em seu próprio bairro após dois anos como voluntária no São Lázaro. “O abrigo fica muito longe da minha casa, mas eu não queria deixar de ajudar. Principalmente os animais mais próximos a mim”, diz.

O PAS, que conta com sete voluntários, resgata animais sem dono no bairro Sapiranga, castra e coloca para adoção. De acordo com a publicitária, mais de 50 gatos e 20 cachorros já foram adotados. “Arrecadamos dinheiro com bazar que promovemos. As pessoas do bairro nos procuram para ajudar, às vezes até com roupas para vender. Eles apoiam da forma que podem”, afirma. “Se cada bairro tiver um grupo de quatro ou cinco pessoas, já facilita a vida dos abrigos superlotados”.

Em Caucaia, Luiza Maria Rodrigues, 45, faz um trabalho parecido há cerca de dois anos no bairro Nova Metrópole. Ela é voluntária do grupo Anjos de Quatro Patas, que há mais de uma década acolhe animais doentes para tratamento. A comerciante conta que uma vez que eles são resgatados, não voltam mais para as ruas. “Mas é difícil. Se for um animal mais velho as pessoas não querem adotar e eles acabam ficando em casa de protetores”, explica.

Luiza diz que o trabalho é feito por “amor” aos animais e sente uma afinidade com eles porque já teve outros animais que passaram por maus momentos. “A gente sente vontade de cuidar porque não tem quem cuide deles. Queremos que fiquem bons logo, curados”.

O PAS divulga, por meio das redes sociais, como ajudar e adotar os animais resgatados. A página do grupo já conta com mais de 1.400 curtidas. Neste sábado, 31, eles realizarão mais uma feira de adoção. O grupo Anjos de Quatro Patas compartilha as informações por meio de um grupo aberto, com mais de 600 membros.

Serviço

Feira de adoção
Quando: 31/10, de 9h as 12h.
Local: Shopping Molina (av. Washington Soares, 4040).

Fonte: O Povo

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>