• Home
  • Canil Municipal do Guarujá (SP) abriga 190 animais para adoção

Canil Municipal do Guarujá (SP) abriga 190 animais para adoção

0 comments

Divulgação
Divulgação

A preocupação com o bem-estar animal é uma das iniciativas que a Prefeitura de Guarujá coloca em prática e busca sensibilizar a população. A Secretaria Municipal de Saúde mantém o Centro de Controle e Zoonose – CCZ, onde funciona o Canil São Lázaro (Rua Professora Lídia Maria Rego Lima, 301 – Jardim Conceiçãozinha).

O trabalho promovido pelo CCZ dentro do canil tem ampliado as dimensões de atendimento a causa animal. O Canil realiza, por dia, 20 consultas gratuitas, atendendo cães e gatos de moradores cadastrados e abriga 190 animais, sendo 110 cachorros e 80 felinos, entre adultos e filhotes.

Para manter o equilíbrio e condições de abrigar novos “inquilinos”, a equipe do Canil promove mensalmente feiras de adoção. Mesmo com essa alternativa, a quantidade de animais adotados é consideravelmente inferior ao número de animais que são abrigados pelo local. Os bichanos, antes de seguirem para adoção, recebem cuidados como vermifugação, medicação para pulga e carrapato, vacina contra raiva e são castrados (se maiores de quatro meses). “Todo animal que chega ao Canil, segue um protocolo para cuidados, ficam em observação para analisarmos e sabermos qual o melhor tratamento para cada situação”, disse o veterinário João Paulo Perchiavalli Braga, que atenta para o estado em que chegam: “Muito debilitados, anêmicos e infestados de pulgas e carrapatos.”

Segundo o veterinário, há animais idosos, com mais de 10 anos, que precisam de carinho e um lar. “Temos muitos cachorros idosos aqui. Nas feiras de adoção a procura pelos filhotes é sempre maior, porque muitas vezes esses cachorros apresentam problemas na pata e dependem da população para ajudar adotar.” Ele ressalta que, em média, de 60 animais que são postos para adoção, apenas 15 são adotados.

O Centro de Zoonoses também é responsável pela vistoria de maus-tratos e pelo abandono dos animais, por isso tem buscado mecanismos de fiscalização e de acionar judicialmente as pessoas que praticam essas ações.

O veterinário explica que número de abandono de animais na porta do Canil é crescente, e alerta que a ação configura crime ambiental. O texto do Artigo 32 da Lei Federal nº. 9.605/98 diz que é considerado crime praticar ato de abuso, maus-tratos, abandono, ferir ou mutilar animais silvestres, doméstico ou domesticados, nativos ou exóticos, com detenção de três meses a um ano e multa. “Sempre disseminamos a posse responsável que exige ao dono tempo para cuidar, dar vacinas em dia, assim como alimentar corretamente”, frisou.

Para adotar um cão ou gato, não precisa esperar a Feira de Adoção. Os interessados devem ser maior de 18 anos e estar com RG e CPF em mãos, podendo se dirigir, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, ao Centro de Controle da Zoonoses, que fica na Rua Professora Maria Lídia Rego Lima, 301 – Jardim Conceiçãozinha. Outras informações podem ser adquiridas pelo telefone 3355-6306.

Fonte: Portal Guarujá

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>