• Home
  • Crianças jogam futsal solidário para ajudar animais abandonados

Crianças jogam futsal solidário para ajudar animais abandonados

0 comments

Divulgação
Divulgação

A ideia surgiu da mãe de um dos jogadores do clube de futsal das Patameiras. Para que os pequenos atletas tivessem “conhecimento da realidade em que vivem os animais”, decidiu organizar uma visita à Associação Zoófila Portuguesa (AZP) onde as crianças, com idades entre os 8 e os 10 anos, poderão “conhecer as instalações e brincar com os animais”, refere a mãe de Pedro, Vera Fernandes. As crianças começarão a visita, prevista para esta sábado a partir das 15h, oferecendo donativos à instituição (ração, bebedouros, mantas e trelas) que adquiriram através de um torneio solidário. “Faz parte da nossa missão defender os direitos dos animais e alertar para a negligência e é precisamente isso que tentaremos fazer durante a visita”, diz Filipa Novaes, da direção da AZP.

Vera Fernandes crê que esta iniciativa será importante para as crianças ao mostrar-lhes que “tem de haver respeito pela vida em geral” e para ouvir falar de temas como o abandono e os cuidados a ter com os animais. Para além disso, acredita que estas atividades acabam por ser refletidas positivamente nos jogos de futsal e na educação das crianças. “O clube das Patameiras é muito mais do que só futsal”, assegura, pois tenta sempre promover atividades de índole solidária para além da componente desportiva. Às quintas-feiras à noite, um grupo de adultos do clube costuma juntar-se à Comunidade Vida e Paz para distribuir comida quente pelos sem-abrigo.

A AZP é uma associação de proteção animal, funciona como hospital veterinário e também tem uma vertente solidária por acolher animais abandonados e possibilitar a adoção. “Felizmente temos pessoas que nos têm acompanhado e ajudado”, desabafa Filipa Novaes, professora de História no ensino secundário, referindo que “os animais ficam muito contentes com as visitas, são animais carentes que precisam de cuidados e há casos complicados”. Por vezes, os voluntários da AZP fazem campanhas de angariação de ração e também já fizeram coletes refletores para os cães com a palavra ‘Adota-me’.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Público PT

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>