• Home
  • A importância da prevenção do câncer de mama em animais é lembrada durante outubro rosa

A importância da prevenção do câncer de mama em animais é lembrada durante outubro rosa

0 comments

O movimento surgiu nos Estados Unidos, na década de 90, com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença (Foto: reprodução) -
O movimento surgiu nos Estados Unidos, na década de 90, com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença (Foto: reprodução) –

No mês da campanha do Outubro Rosa, as atenções estão voltadas para o câncer de mama em humanos. Mas o que muitos não sabem é que a incidência da doença pode ser igualmente alta em cães e gatos, principalmente nas fêmeas. O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV, Brasília/DF) ressalta que a prevenção da doença é fundamental e deve ser feita por meio da castração precoce, além da observação constante do animal e consultas frequentes ao médico veterinário.

O câncer é uma doença que atinge, principalmente, animais domésticos e pode ser desenvolvida por alguns fatores, como a idade avançada, a exposição à poluição, entre outros. Normalmente, a doença atinge animais mais velhos e que não foram castrados ou que foram castrados após diversos cios.

A castração precoce é a forma mais indicada de prevenir a proliferação de tumores mamários e deve ser feita, preferencialmente, antes do primeiro cio das fêmeas. Deixar o animal cruzar ou ter uma ou mais gestações, ao contrário do que muitos pensam, não previne o câncer de mama. A importância dos exames também é fundamental. Uma dica é sempre apalpar a barriga do animal e observar as mamas. Caso note qualquer alteração ou nódulo, é preciso ir imediatamente a um médico-veterinário.

Quanto mais cedo for detectado o problema, maiores serão as chances de cura. “A prevenção e o controle do câncer de mama são fundamentais, pois, muitas vezes, só vemos o paciente quando ele já está doente”, afirma o secretário-geral do CFMV e médico-veterinário, Marcello Roza.

Atualmente já existem vários tipos de tratamento contra a doença. Caso o animal seja identificado com o câncer, o mais indicado é a cirurgia para extração dos tumores ou das mamas. Em casos mais extremos, além da cirurgia, pode ser feita a quimioterapia antineoplásica.

Fonte: Caes e Gatos

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>