O caso Sandra

0 comments

Foto:Ricardo Pristupluk (La Nación)
Foto:Ricardo Pristupluk (La Nación)

Sandra, orangotango fêmea de 30 anos de idade, nascida na Alemanha, se encontra em um limbo no Zoológico de Buenos Aires. O Diário La Nación, da Argentina, publicou hoje uma matéria em que recapitula o seu caso e menciona a possibilidade de que seja transferida para o Santuário de Grandes Primatas de Sorocaba, afiliado ao Projeto GAP, nos próximos meses.

O Zoológico de Buenos Aires hoje tem uma administração terceirizada e existe um movimento entre vários parlamentares argentinos de encerrar sua existência como local de exibição de animais, convertendo-o em um Parque Ambiental para a população. O Zoológico está localizado no bairro de Palermo, muito conhecido. A organização AFADA apresentou no ano passado um Habeas Corpus para libertar Sandra do seu cativeiro solitário no Zoológico. O Tribunal que acolheu a causa reconheceu que Sandra é uma pessoa não-humana e tem direitos a serem preservados. Passou o caso para a Juíza Dra. Elena Amanda Liberatori, que deve tomar as providências para preservar a vida e integridade de Sandra.

Um Comitê de Especialistas Internacionais em orangotangos foi designado para fazer um relatório e as recomendações. O Comitê esteve em contato conosco e estabelecemos, em princípio, um acordo de colaboração para dar as melhores condições de vida à Sandra, e talvez ao orangotango Toto, que também se encontra solitário, após a morte de seu irmão, no Zoológico de Chapultepec, na Cidade do México.

O Santuário de Sorocaba se responsabilizou ante à Juíza de trazer a Sandra para o Santuário e cobrir todas as despesas necessárias para realizar esta operação. O mesmo foi feito para o orangotango Toto, do México.

O caso Sandra tem o mérito de que a Justiça de um país, neste caso Argentina, reconheceu que os Grandes Primatas são pessoas não-humanas e têm direitos a serem respeitados, e não podem ser explorados ao seu bel prazer, pelos seres humanos.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>