• Home
  • Espanha condena agressor de cavalo a prisão

Espanha condena agressor de cavalo a prisão

0 comments

(da Redação)

Eugeni Sánchez Mary no Tribunal. Foto: Divulgação
Eugeni Sánchez Mary no Tribunal. Foto: Divulgação
Eugeni Sánchez, que bateu em seu cavalo, Sorky das Pont, até matá-lo, foi condenado a 8 meses de prisão. O episódio aconteceu há três anos, logo após uma corrida em Mallorca, Espanha.

O agressor admitiu que, em 30 de dezembro de 2012, estava com raiva por Sorky não ter ganhado a corrida. Por isso, Sánchez bateu no animal até a morte. Em uma sentença histórica na Espanha, a juíza Maria Jesus Campos disse que “a morte deste cavalo saudável só pode ser explicada pelo desrespeito à vida (que poderia ter durado mais tempo). Tirar sua vida de forma tão lenta e agonizante é injusto e desnecessário. ”

“A morte atroz deste cavalo de corrida é uma aberração no século XXI e a indignação dos cidadãos de Maiorca é justificada e legítima”, acrescentou.

A Associação Balearic dos Advogados dos Direitos dos Animais (ABADA) é digno de nota é contrária a Eugeni Sánchez ter quaisquer benefícios durante a sua sentença na prisão. ABADA relata que, embora a sentença ainda possa ser objeto de recurso pelo advogado de defesa, este é o primeiro julgamento final na Espanha, que poderá enviar um abusador de animais para a cadeia.

Esta decisão serve como um aviso para que todos os agressores de animais vejam que a impunidade acabou. Na Espanha, maltratar animais pode resultar em prisão.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Só 8 meses!… Chamam a isto Justiça?! Que justiça tão miserável para um ato tão medonho e cruel. Espero que a Justiça de Deus seja bem mais dura. Lamento que seres como esse tenham de existir, deviam morrer à nascença..

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>