• Home
  • Suposto cachorro-do-mato sem pelos é flagrado no Piauí

Suposto cachorro-do-mato sem pelos é flagrado no Piauí

2 comments

Animal tem sido visto em fazendas na zona rural de Pio IX (Foto: Rômulo Maia/Arquivo Pessoal)
Animal tem sido visto em fazendas na zona rural de Pio IX (Foto: Rômulo Maia/Arquivo Pessoal)

A aparição de uma espécie estranha de animal tem deixado os moradores do município de Pio IX, a 434 km de Teresina, bastante intrigados. O animal sem pêlos e de fisionomia esquisita foi visto pela primeira vez na região há três anos e até agora ninguém sabe ao certo de que espécie se trata. As fotos que ilustram a reportagem foram feitas em julho deste ano.

Um dos locais onde o animal foi avistado é a propriedade do dentista Luis Pereira de Alencar, localizada a 9 km da zona urbana de Pio IX. Segundo ele, o animal não é agressivo e se alimenta principalmente de carne e banana. O próprio dentista afirmou ao G1 ter visto o animal em duas ocasiões.

“Ele não tem pêlo e é manso. Alguns acham que pode ser um animal comum da região que perdeu a pelagem, como uma raposa por exemplo. Mas é estranho as raposas perderem a pelagem assim dessa forma na região toda”, disse ele destacando que outros animais iguais já foram vistos em diferentes partes do município.

Em uma das ocasiões o animal foi capturado pelos moradores e ficou duas semanas preso na propriedade, sendo solto posteriormente. Luis Pereira disse que o animal exala um cheiro forte semelhante ao de uma gambá e nas primeiras vezes que apareceu chegou a causar espanto na população do município.

“A população não tem mais medo dele não. Na primeira vez que apareceu criou um clima de preocupação, mas agora não tá causando medo mais, até porque quando ele vê uma pessoa já sai logo correndo”, falou.

Um animal chegou a ser capturado, mas foi solto em seguida (Foto: Rômulo Maia/Arquivo Pessoal)
Um animal chegou a ser capturado, mas foi solto em seguida (Foto: Rômulo Maia/Arquivo Pessoal)

As fotos foram feitas em julho pelo jornalista Rômulo Maia, filho do dentista Luis Pereira, logo após o animal ter bebido água em um tanque destinado às ovelhas. Segundo Rômulo, um vaqueiro da região relatou ter visto o mesmo tipo de animal pastando vagens de algaroba ao lado de um galinheiro.

O G1 mostrou as fotos do animal para o médico veterinário Paulo Marques, do Hospital Veterinário da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Segundo ele, trata-se de um cachorro do mato que possivelmente foi acometido por uma doença que o fez perder a pelagem. Ele explica que o problema pode afetar vários animais da mesma espécie.

“Uma das causas mais prováveis é a deficiência do mineral zinco, que pode fazer com que o animal perca os pêlos. A espécie também pode ser afetada por doenças parasitárias que podem estar ocorrendo com esses animais que se alimentam dos mesmos tipos de alimento na natureza”, explicou o médico.

Ainda conforme Paulo Marques, o odor exalado pelo animal é natural em casos de deficiências na pele que provocam a queda do pêlo. Apesar das informações, o veterinário destaca que apenas com a realização de uma biopsia na pele do animal é possível assegurar com precisão o que está ocorrendo com os animais.

Fonte: G1.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Oxalá não acharem que é o chupa-cabra ou o que valha e saírem matando os animais. Pelo menos isso!

    Que a Federal do Piauí pesquise as causas da anomalia para colaborar com a saúde da espécie, que é ameaçada de extinção.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>