• Home
  • Mais de 600 mil animais devem ser vacinados contra raiva em Mato Grosso

Mais de 600 mil animais devem ser vacinados contra raiva em Mato Grosso

0 comments

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em Mato Grosso, 664.733 animais, sendo 548.121 cães e 116.612 gatos, devem ser vacinados contra raiva este ano. A meta faz parte da Campanha Estadual de Vacinação Contra a Raiva Animal que tem como objetivo eliminar os casos de raiva humana transmitidos principalmente pelos cães. A ação acontece em todo o estado até o dia 30 de novembro.

Para o desenvolvimento da campanha, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) estima instalar 900 postos de vacinação nos 141 municípios mato-grossenses capazes de atender a área urbana e rural. Aproximadamente 2.500 pessoas estarão envolvidas na ação.

A coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental, Ludmila Sophia de Souza, explica que as doses têm sido distribuídas de forma gradativa aos municípios, conforme envio do Ministério da Saúde. “Ao todo, 150 mil doses da vacina já foram repassadas aos municípios via Escritórios Regionais de Saúde (ERS). Mais 300 mil doses serão entregues nas próximas semanas. As demais doses serão solicitadas ao Ministério e distribuídas conforme pedido de cada município”.

A adesão da população às Campanhas de Vacinação contra Raiva animal é de extrema importância, ressalta Ludmila, tendo em vista que esta ação vem colaborando para que os municípios se mantenham livres da raiva em cães e gatos desde 2007. “Embora a raiva esteja controlada em cães e gatos, isso não isenta da vacinação anual, que é o fator de maior relevância para garantir ano a ano a barreira imunológica contra o vírus”.

Recomenda-se que cães e gatos sejam vacinados a partir dos três meses de idade e revacinados anualmente. Não há contraindicação da vacina, entretanto é necessário ter alguns cuidados, como observar as condições de saúde do animal antes da imunização. Se o cão ou gato estiver doente, não vacinar e agendar outra data para efetuar imunização. Também é preciso tomar os cuidados habituais no manejo de fêmeas em gestação para evitar asfixia, esmagamento ou contusões.

Saiba mais
A raiva é uma doença infecciosa aguda, causada por um vírus que compromete o Sistema Nervoso Central (SNC), levando a um quadro de encefalomielite aguda, cuja letalidade é de aproximadamente 100% após iniciados os sinais e sintomas.

Cães e gatos são os principais transmissores da doença aos seres humanos, seguidos dos animais silvestres, como os morcegos hematófagos (se alimentam de sangue) e não hematófagos (não se alimentam de sangue). A transmissão ocorre pelo contato com a saliva contaminada pelo vírus da Raiva por meio da mordedura, lambedura ou arranhadura.

A vacina antirrábica canina é um dos principais meios para a prevenção de casos humanos, além de interromper a circulação viral e controlar a doença no seu ciclo urbano. A vacina utilizada é a de cultivo celular, sendo composta de vírus inativado, apresentando baixo índice de reações adversas e que protege o animal por um ano.

Fonte: MT Agora.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>