• Home
  • Parem com o torneio Toro de la Vega

Parem com o torneio Toro de la Vega

0 comments

Divulgação
Divulgação

As tradições fazem parte do patrimônio, mas algumas são claramente incompatíveis com os valores de uma sociedade civilizada. Por sorte tem aumentado a consciência de que é preciso respeitar o ambiente no qual vivem os seres humanos, o que exclui violência contra os animais com o único propósito de diversão.

O maltrato com os animais era amplamente aceito na sociedade até poucas décadas atrás. Agora isso é cada vez mais insuportável e a sociedade tem estabelecido normas de proteção. Ao mesmo tempo, muitas tradições cruéis foram abolidas ou abandonadas, como o costume de lançar uma cabra do alto de um campanário para que os espectadores a vissem se espatifar no chão. Agora também é preciso superar comportamentos como o de acossar um animal até matá-lo a lançadas, como ocorre no torneio Toro de la Vega, um ato de desumanidade que coloca essa festa fora dos valores de uma sociedade avançada. E, obviamente, eliminar qualquer ajuda pública a esse tipo de festejo.

É cada vez mais inaceitável não só a inação das autoridades, como seu apoio à manutenção de uma tradição bárbara sob o pretexto da pressão da comunidade e alegando não ser proibido, como faz o prefeito de Tordesillas, um socialista indiferente à opinião do líder de seu próprio partido e que ignora as 120.000 assinaturas contrárias ao torneio conseguidas pelo Partido contra o Maltrato Animal (Pacma). Presa nessa posição, a Prefeitura da cidade castelhana realiza, ano após ano, uma exibição de sadismo na qual um touro é perseguido e atacado com lanças até ser morto. Não é o único lugar da Espanha onde se maltrata por diversão. Acontece também nos correbous de Tarragona – nos quais o animal não é perseguido até a morte, mas sofre da mesma forma – e outros festejos parecidos.

Ao contrário do que seus defensores dizem, o Toro de la Vega não é um assunto meramente local. O torneio se transformou no símbolo de uma brutalidade repugnante e nos restos de um passado em fase de superação. Os organizadores dos festejos previstos para segunda-feira em Tordesillas deveriam cancelá-los, porque o maltrato de um animal por diversão até matá-lo não é uma tradição digna de ser mantida e apresenta uma imagem deplorável da Espanha.

Fonte: El País

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Triste, muito triste, amanhã a essa hora RompeSuelas já tera sido assassinado da forma mais hedionda possível.

    Festa Cretina em nome de uma tradição cristã.

  2. Qualquer sofrimento causado a outro ser, seja humano ou anima,l não pode ser proveniente de uma mente equilibrada e normal. Psicopatas gostam de assistir o sofrimento que causam, pessoas normais fazem de tudo para evitá-lo.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>