• Home
  • Após contínua exploração, elefante mata treinador e foge carregando turistas

Após contínua exploração, elefante mata treinador e foge carregando turistas

0 comments

(da Redação)

Elefante preso junto à casa de treinador, na Tailândia. Foto: Matthew Richards/Demotix/Corbis
Elefante preso junto à casa de treinador, na Tailândia. Foto: Matthew Richards/Demotix/Corbis

Um elefante no norte da Tailândia matou o seu tratador antes de correr para a floresta com três turistas chineses assustados em suas costas. As informações são do The Guardian.

“O adestrador era da etnia Karen e não estava familiarizado com o elefante. Os turistas estão a salvo agora”, disse o Coronel Thawatchai Thepboon, comandante da polícia do distrito de Mae Wang, da província de Chiang Mai. Os Karen são uma minoria étnica do norte da Tailândia.

A polícia informou que na última quarta-feira de manhã, a família de chineses – pai, mãe e uma criança – estavam fazendo um passeio nas costas do elefante quando o mesmo subitamente se voltou contra o seu treinador, golpeando-o de forma mortal.

Imagens da emissora Channel 3 mostraram os três turistas sendo levados de volta para o campo, ainda nas costas do animal, enquanto eram tranquilizados por outros treinadores.

Passeios em elefantes são uma atividade turística popular e lucrativa, denunciadas por muitos grupos ativistas de direitos animais como sendo algo cruel e estressante para os elefantes.

A Tailândia tem cerca de 4.000 elefantes domesticados, número que supera os estimados 2.500 remanescentes na natureza.

Elefantes são um símbolo nacional e têm sido usados em massa há quase trinta anos pela indústria do turismo, na qual esses animais são comercializados e frequentemente traficados.

Em junho, um elefante matou um tailandês e feriu outro enquanto estes jantavam em um restaurante à beira-mar.

Grupos ativistas têm documentado adestradores inescrupulosos usando técnicas controversas para realizar o que é conhecido como “quebra do espírito” do animal, e abusando dos mesmos, fazendo-os trabalhar exaustivamente para lhes dar lucro.

“Elefantes trabalham todos os dias, basicamente os 365 dias do ano”, disse Edwin Wiek, da Wildlife Friends of Thailand, ao AFP.

“Se você tivesse que fazer o mesmo, você ficaria esgotado. Isso ocorre igualmente com os elefantes. Em determinado momento eles enlouquecem, e nós não podemos controlá-los”.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>