• Home
  • Jornalista do Daily Mail admite que abandona seus cães uma vez que eles deixam de ser filhotes

Jornalista do Daily Mail admite que abandona seus cães uma vez que eles deixam de ser filhotes

0 comments

Foto: Reprodução/Daily Mail
Foto: Reprodução/Daily Mail

A jornalista Shona Sibary descreve em um artigo para o Daily Mail como, nos últimos 4 anos, ela abandonou 4 cachorros porque eles deixaram de ser filhotes e se mostraram muito trabalho.

Foi só eles começarem a “dar problema”, seja por cavar no jardim, como o Husky Siberiano Juno; por uma suposta tendência à agressividade de Albus, um Rhodesian ridgeback; ou por adorar caçar como a Dachshund Pippa e a SRD Cookie, que eles foram realocados através de algum anúncio online para outra casa.

Shona, por sua vez, a cada vez que dava seus cães para outras pessoas, via uma oportunidade para adquirir outro filhote. Foi assim com cada um dos animais citados acima. Os quatro chegaram filhotes, e em uma questão de meses, não eram mais desejáveis.

Ela não aprendeu nenhuma lição e continua com a mesma mentalidade. Ao comentar sobre seu cão Clover, o único que ela tem no momento e um mix de Whippet e Cocker Spaniel, ela deixa claro que, se ele continuar pulando na cozinha para ganhar comida, ela terá “que se livrar dele também”.

O impacto desse padrão de comportamento extremamente irresponsável não se restringe apenas aos animais, que sem dúvida carregam emocionalmente o peso do abandono. Os filhos de Shona sofrem com cada despedida. A filha de Shona chegou a perguntá-la “Mãe, eu fiz besteira, você vai me abandonar também?”.

Desde que o artigo foi publicado, ela se defendeu dizendo que tecnicamente não abandona os animais ao lado da estrada, mas sim encontra novas casas para eles. O fato dela saber que não é capaz de manter um relacionamento com um cachorro, e mesmo assim continuar adquirindo animais só para doá-los alguns meses depois, sem pensar em nenhum momento o que aquilo significa para os cães, e nem reconhecer que essa atitude é considerada abandono, é alarmante.

Apesar de nós sabermos que o mundo está cheio de pessoas como ela, é só ver como milhares de cães são abandonados todos os dias em todos os países do mundo, é ainda muito impressionante ler um relato como esse, sem o mínimo de culpa ou consciência.

Fonte: Portal do Dog

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Lamentável a insegurança dos filhos com medo de serem descartados quando crescerem, por isso o melhor é Shona adotar filhotes de pelúcia, encher a casa com eles porque não vão dar trabalho algum nem mesmo na hora de arranjar uma casa para eles pois podem ser descartados no lixo mais próximo. Um comportamento doentio que talvez Sigmund Freud soubesse explicar ou não.

  2. Lamentável a insegurança da filhinha dela com medo de ser descartada quando crescer, por isso o melhor é Shona adotar filhotes de pelúcia, encher a casa com eles porque não vão dar trabalho algum nem mesmo na hora de arranjar uma casa para eles pois podem ser descartados no lixo mais próximo. Um comportamento doentio que talvez Sigmund Freud soubesse explicar ou não.

  3. Psicopata. Pessoas assim não aprendem lições. E como nao os joga nas estradas, não está cometendo crime. Mesmo assim devia haver uma forma legal de ser impedida de continuar com animais. Eu conheci uma senhora assim. A cada vez que eu chegava em sua casa via novos filhotes. Tinha “descartado” os outros. Me disse que davam trabalho. A filha já não aguentava aquilo. Vi a menina chorando para que ela não desfizesse da cachorrinha mais nova. Falei algumas coisas sem brigar. Mas falei inclusive que aquilo era crueldade com os animais e com a filha. Pois deu certo! Manteve a cachorrinha.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>