• Home
  • Situação de jumentos retirados das ruas é regularizada em Parnaíba (PI)

Situação de jumentos retirados das ruas é regularizada em Parnaíba (PI)

0 comments

Animais presos no Centro de Correição de Parnaíba (Foto: Reprodução/ONG 7 Vidas)
Animais presos no Centro de Correição de Parnaíba (Foto: Reprodução/ONG 7 Vidas)

A situação de precariedade no Centro de Correição Municipal de Parnaíba, no litoral do Piauí, denunciada na semana passada pela ONG 7 Vidas começou a ser regularizada pela prefeitura do município. De acordo com a entidade de proteção aos animais, o local passou por uma limpeza e a alimentação dos jumentos agora está sendo feita diariamente.

A organização afirmou ainda que uma cobertura de lona foi improvisada em um espaço no centro para proteger os animais do sol e que as cercas estão sendo ajeitadas para ampliar o local e permitir maior circulação dos animais. A informação das melhorias foi divulgada na página da entidade em uma rede social e confirmada pela advogada da ONG, Savina Moura.

Na semana passada, a entidade denunciou que cerca de 30 jumentos resgatados na cidade estavam passando fome no local e que o espaço era insalubre e cheio de fezes. Em entrevista, a advogada Savina Moura afirmou que somente uma vez na semana era levada alimentação para os animais.

Procurado pela reportagem nesta segunda-feira (24), o secretário do setor primário e abastecimento de Parnaíba, Augusto Menezes, confirmou que melhorias foram feitas no Centro de Correição após a denúncia da ONG 7 Vidas. Mesmo assim, ele contestou as afirmações dadas ao G1 na semana passada pela advogada da organização. Na ocasião, a reportagem também tentou contato com ele, mas as ligações não foram atendidas.

“Antes mesmo da reportagem, os animais era alimentados diariamente. Uma equipe leva capim canarana e água fresca todas às segundas, quartas e sextas-feiras e essa comida é distribuída todos os dias para os animais. Eles geralmente já chegam aqui debilitados e se comessem só uma vez na semana não durariam oito dias”, falou o secretário.

Augusto Menezes reconheceu apenas que havia sujeira no local, mas disse que a limpeza já foi feita. O secretário ainda rebateu as afirmações da ONG sobre a cobrança de uma taxa para os tutores dos animais retirarem os jumentos que são resgatados. Segundo ele, nenhum valor é cobrado pela prefeitura.

“Essa é outra informação que recebemos com estranheza. Não cobramos nenhuma taxa para os donos virem aqui retirar os animais, até porque atualmente o jumento não tem nenhum valor de mercado e a maioria dos guardiões não vem buscá-los”, falou.

A ONG afirma ter duas testemunhas que disseram terem sido cobradas para retirar os jumentos em ocasiões anteriores, mas reconheceu que desde a denúncia a cobrança não tem sido feita.

“Não sei se foi por causa da reportagem, mas realmente não estão cobrando, apesar de termos duas pessoas que nos relataram terem recebido cobrança em outras ocasiões. Mas o que admitimos é que o responsável pelo Centro tem mostrado todo o interesse em melhorar o local”, falou a advogada nesta segunda-feira.

Atualmente, o Centro abriga 22 jumentos que encontrados em situação de abandono nas ruas e BR’s de Parnaíba e cidades vizinhas. Os resgates normalmente são feitos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ONG 7 Vidas promete acompanhar a situação do local para garantir a continuidade das melhorias.

Fonte: G1

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Parabéns ONG e por favor continuem a acompanhar este caso.
    Sr Augusto Menezes, estamos de olho para que estas condições sejam levadas adiante.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>