• Home
  • Após denúncia de maus-tratos, dezenas de animais são recolhidos em casa

Após denúncia de maus-tratos, dezenas de animais são recolhidos em casa

0 comments

Suspeita é de que os bichos estariam sendo criados para posterior comercialização (Foto: Olavo Prazeres/10-08-15)
Suspeita é de que os bichos estariam sendo criados para posterior comercialização (Foto: Olavo Prazeres/10-08-15)

Dezenas de animais foram resgatados pela Polícia Civil, no início da manhã de segunda-feira (10), por suspeita de maus-tratos em uma casa na Rua Amazonas, no Bairro Grama, Zona Nordeste de Juiz de Fora. Entre os animais estavam cães, gatos, pássaros, coelhos, galinhas e porquinhos da índia. Um casal responsável pelo imóvel foi conduzido durante a ação.

Policiais do Núcleo de Atendimento às Ocorrências de Maus-Tratos a Animais chegaram até o local após denúncias recebidas pelo deputado estadual Noraldino Júnior (PSC), presidente da Comissão Extraordinária de Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa. A suspeita é de que os animais estariam sendo criados, em local inadequado, para posterior comercialização.

“Estamos verificando a criação clandestina de animais e, por meio de denúncias e anúncios, fazemos o levantamento de como estão sendo criados, sob quais condições e se há maus-tratos. Nessa denúncia, pedimos a nossa assessoria para ir até o local com a Polícia Civil, na semana passada, sendo constatados os maus-tratos”, explicou o deputado.

Ainda segundo ele, nesta segunda foi marcada uma nova visita para fazer o resgate dos bichos e também conduzir os responsáveis para a delegacia para que os procedimentos jurídicos cabíveis sejam tomados. “Os animais vão ser submetidos a exames veterinários. Estão com a pele judiada, com muito carrapato e pulga”, observou Noraldino. “Os cuidados e tratamentos necessários serão feitos e, após a conclusão do inquérito, possivelmente eles serão castrados e disponibilizados para adoção”, completou.

O casal conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos negou a situação de maus-tratos e afirmou que muitos dos animais eram deixados nas proximidades da residência para serem cuidados.

De acordo com o deputado, a população pode contribuir com denúncias, feitas na comissão da Assembleia ou na própria delegacia. “Queremos combater essa indústria indiscriminada de animais. Nosso foco também serão as feiras onde há esse comércio. Muita gente vê um filhotinho bonito e não imagina o que pode estar por trás.”

Fonte: Tribuna de Minas

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>