• Home
  • Fiscais resgatam 40 aves silvestres em cativeiro em Natal (RN)

Fiscais resgatam 40 aves silvestres em cativeiro em Natal (RN)

0 comments

Animais foram apreendidos em dois bairros de Natal (Foto: Divulgação/Semurb)
Animais foram apreendidos em dois bairros de
Natal (Foto: Divulgação/Semurb)

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) resgatou quarenta aves silvestres que estavam sob a guarda irregular de particulares nos bairros de Santos Reis e Redinha, nas zonas Leste e Norte de Natal. A ação de fiscalização também resultou na autuação de nove pessoas, que vão responder por crime ambiental.

Foram resgatadas aves das espécies galo de campina, sibite, sábia laranjeira, azulão, golinha, bigodinho, sanhaço, gaturama, canário da terra, caboclinho e concriz. Os pássaros foram encaminhados para o Aquário Natal, onde passarão por uma avaliação e triagem antes de serem devolvidos à natureza, em uma reserva do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no interior do estado.

O supervisor de Ambientes Naturais e Biodiversidade da Semurb, Gustavo Szilagyi, afirmou que as aves eram mantidas como animais de estimação e os responsáveis pelos pássaros ficaram surpresos com a ação dos fiscais. “Fizemos a intimação e os infratores vão responder por crime ambiental. Eles serão autuados pela Semurb conforme prevê o decreto federal Nº 6514/2008. Além disso, a lei também determina a quitação do valor pecuniário de R$ 500,00 por ave apreendida”, explica.

A Semurb resgatou desde o início deste ano 377 aves. As espécies galo de campina, sibite, golinha, azulão e canário da terra lideram o ranking de apreensões. As denúncias sobre aves silvestres em Natal podem ser feitas na Secretaria de Segurança Pública no 181, ou ainda, na Ouvidoria da Semurb pelo 3616-9823 ou 3616-9829. A ouvidoria da Semurb funciona no horário das 8h às 14h.

Fonte: G1

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>