• Home
  • Bezerro escapa de curral e é morto a tiros pela polícia no Canadá

Bezerro escapa de curral e é morto a tiros pela polícia no Canadá

0 comments

(da Redação)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após vagar livremente por um bairro de Waterloo (Ontário, Canadá) e acidentalmente danificar um carro, um bezerro foi morto pela polícia. As informações são do Kitchener CTV News.

O animal escapou do Ontario Livestock Exchange, um espaço de leilão e venda de animais, na manhã da última quinta-feira.

De acordo com a polícia de Waterloo, o animal começou a atravessar ruas residenciais no norte de Waterloo, indo parar finalmente em Pinebrook Place – a mais de dois quilômetros do curral de onde fugira.

Lisa Pagnacco foi a primeira a ter visto o bezerro descendo a sua rua, enquanto ela se preparava para pintar a sua garagem.

“Ele estava trotando como se estivesse se divertindo em um local de lazer”, disse ela.

A paz do animal não durou muito, pois algumas pessoas na região utilizaram os seus veículos para tentar conter o animal.

“Quanto mais as pessoas o cercavam, mais assustado ele ficava”, disse Pagnacco.

“Ele simplesmente começou a ficar mais e mais zangado, e passou a ir na direção das pessoas”.

Em um dado momento, o novilho fez o seu caminho para a movimentada Northfield Drive, e um comboio de carros tentava sair da rodovia, sendo que alguns acenderam o farol alto para alertar o animal ou fazê-lo parar.

Dentro de poucos minutos, ele entrou na área residencial, onde encontrou a moradora K. Broadbelt.

“Ele avançou em minha direção e quase colidiu contra o meu carro”, disse ela.

Na verdade, o corpo do bezerro chegou a bater contra a carroceria da caminhonete de Shawn F., outra moradora que seguia pela rua e que colocou o carro em seu caminho para tentar barrar sua passagem. Segundo a reportagem, a colisão com o animal “resultou em um pequeno dano no seu carro”.

Testemunhas disseram que foi lançado um dardo tranquilizante no animal, mas não o acertou.

Foi quando um policial atirou no bezerro com uma espingarda – “cerca de dez vezes”, de acordo com pessoas que ouviram os tiros” – e depois disso o seu corpo foi levado por um caminhão.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>