• Home
  • Estudantes leem para cães e gatos em abrigo

Estudantes leem para cães e gatos em abrigo

0 comments

(da Redação)

Foto: Matthew Stefanski/The Times
Foto: Matthew Stefanski/The Times

Na semana passada, seis estudantes da segunda série foram até o Abrigo Animal Porter County, no estado norte-americano de Indiana, onde leram para os animais residentes. A atividade é parte do clube de leitura da escola primária Hayes Leonard, onde as crianças estudam, segundo informações do NWI Times.

Michelle Bush lidera o clube de leitura e afirma que a atividade permite que os estudantes mantenham a leitura em dia, ao mesmo tempo que dão atenção aos animais do abrigo. “Eles se apaixonaram pelos animais,” conta a professora Bush, mãe de Sophie, que também integra a equipe de leitura.

Os estudantes se espalharam pela sala dos gatos e leram para os felinos ali presentes. Alguns dos animais demonstraram excitação, correndo pelo local, enquanto outros permaneceram sentados observando os alunos. Depois de ler para os gatos, as crianças conheceram a pit bull Adele, para quem leram também. A cadela balançava o rabo de alegria e chegou até a lamber alguns dos estudantes. Cada um deles leu uma página de “Marley & Eu”, antes de passar o livro para o próximo colega.

Candis Carey, funcionária de um canil e coordenadora do abrigo em questão, contou que foi a primeira sessão de leitura para os animais. De acordo com a cuidadora, a atividade de leitura ajuda os estudantes e também é benéfica aos animais. “Eles precisam muito de atenção. Estão nesses canis há muito tempo, infelizmente.”

Carey afirma que o abrigo é contrário ao assassinato (que é prática vigente em algumas dessas entidades, lastimavelmente), razão pela qual alguns animais permanecem no local por longos períodos. Ela conta que um dos cachorros está no abrigo há mais de um ano.

A funcionária relata que o abrigo já estava considerando introduzir a atividade de leitura, mas não sabia como colocar em prática a ideia. Foi quando entrou em contato com Bush e pôde dar continuidade aos planos da instituição.

Dois grupos de leitura foram ao abrigo ao longo da semana, um na terça e outro na sexta-feira.

Pai de Caleb, uma das crianças participantes, Cary Knauff afirma que gostou da ideia de os estudantes darem atenção a esses animais. Conta que seu filho estava bastante animado para ver os animais e que a família pensa agora em adotar um gato.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Mesmo sem entender as palavras, os animais devem adorar o som das vozes infantis, traduzindo-as como uma sessão de “preces” em favor deles.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>