• Home
  • Castramóvel completa um mês e abre espaço para adoção

Castramóvel completa um mês e abre espaço para adoção

0 comments

A próxima parada do projeto é no município de Cavaleiro. Foto: Divulgação/ Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes
A próxima parada do projeto é no município de Cavaleiro. Foto: Divulgação/ Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes

O Castramóvel, projeto lançado pela Prefeitura de Jaboatão do Guararapes para controle de população de cães e gatos abandonados, completou um mês de funcionamento e já realizou a castração de 500 animais, 150 a menos que a meta inicial. Mesmo assim, a iniciativa é considerada um sucesso por cidadãos jaboatoneses, já que até o momento não foi registrado nenhum caso de morte ou infecção nas cirurgias realizadas nos dois primeiros pontos de atendimento nos municípios de Muribeca e de Jaboatão Centro. Além disso, o serviço foi ampliado e agora o local também abre a possibilidade de adoção de um animal.

A equipe que trabalha no automóvel-clínica é composta por três veterinários e cinco agentes ambientais, que trabalham como auxiliares nas cirurgias de castração. Além disso, eles contam com a ajuda de voluntários de ONGs pernambucanas de defesa aos animais, como a Gato Savama, AAPA, Braala e Gato Feliz. De acordo com informativo da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, a equipe veterinária será ampliada.

Uma das dúvidas mais frequentes sobre o programa é a respeito do pós-operatório dos animais, já que eles não possuem casa nem tutor, portanto quem iria cuidar deles após a cirurgia e onde ficariam. Sobre esses questionamentos a veterinária e Superintendente de Meio Ambiente, Sandra Ferraz, é taxativa: “Só se faz a cirurgia se o animal tiver um lar temporário para ficar se recuperando após o procedimento. Geralmente, esse responsável é o mesmo que sinalizar para a prefeitura o animal que precisa ser castrado. É um trabalho de sensibilização”, garante.

A autônoma Edilza Gomes, que mora em Jaboatão Centro, conheceu o programa Castramóvel por postagem nas redes sociais. Decidiu se inscrever no serviço para ajudar uma cadela sem raça definida que vivia na redondeza. Dois dias após o cadastro, Edilza foi chamada para realizar a cirurgia da cachorrinha e aprovou o procedimento. “As pessoas dizem que o serviço não presta só porque é de graça, mas estão totalmente erradas. Achei a equipe muito boa. Conversam com a gente, esclarecem os riscos e oferecem ajuda após a cirurgia”, afirma. Edilza tornou- se tutora temporária da cadela, mas ao que tudo indica a companhia não será passageira. “Costumo dizer que me apossei dela. Olhei para ela e disse: ‘Você agora vai virar cachorra de madame, cadela de família, com nome e sobrenome: Milady Falcão’”, recorda.

Desde a última segunda (13), o castramóvel está instalado na Praça Murilo Nóbrega, no município de Cavaleiro, mas a grande novidade é que cerca de oito animais ficarão disponíveis para adoção diariamente no local, além do tradicional serviço de castração de cães e gatos. Para adotar um novo amigo, o tutor em potencial precisa ser maior de 18 anos, levar cópia de RG e CPF e assinar um termo de responsabilidade e comprometimento com o bem-estar do bichinho.

O serviço é gratuito, permanente e passa 15 dias em cada localidade. Os animais são atendidos por ordem de cadastro. Se o castramóvel passou pelo seu município e você não aproveitou para castrar seu animal não precisa se preocupar: o projeto fará o ciclo de regionais novamente conforme a necessidade do lugar. As cirurgias são realizadas em animais previamente cadastrados – atualmente essa lista já chega a três mil. Para se cadastrar no projeto, basta agendar o procedimento no castramóvel ou na Secretária executiva de Meio Ambiente e Gestão Urbana, presencialmente ou por telefone.

Confira a rota do castramóvel aqui.

Fonte: Diário de Pernambuco

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>