• Home
  • O que você pode, e deve, aprender com o seu cão

O que você pode, e deve, aprender com o seu cão

0 comments

Fonte: Pixabay
Fonte: Pixabay

Ter uma animal é ter mais um elemento na família, talvez o mais honesto, simpático e brincalhão de todos. Consegue fazer maravilhas e melhorar a disposição de qualquer um.

Segundo Sonja Lyubomirsky, autora do livro ‘A Ciência da Felicidade’, é possível ser-se “40% mais feliz mostrando gratidão pelas coisas boas da vida, como saborear alegrias, aprender a perdoar e deixar de cismar”. Se é assim que os cães, por norma, se comportam – sempre alegres, fieis e gratos – é assim que as pessoas se devem, também, comportar.

Diz o Huffington Post que há muito para aprender com o cão. E, embora se refiram apenas a cães, o mesmo acontece com gatos, que transmitem uma felicidade imensa sempre que vêm o tutor.

1. Viver o momento – nem todos os dias correm como o esperado e desejado. A chegada a casa poderia ser apenas mais um momento em que os problemas voltariam a atormentar o pensamento mas não, com um cão, assim que se entra no lar o que apenas importa é o momento, é a alegria da receção tão comum e espontânea do animal.

2. Perdoar – diz a publicação que colocar-se na pele do animal ajuda a entender melhor algumas situações. Se o cão é capaz de esperar o tutor com energia e alegria suficiente para uma valente caminhada, mesmo depois de ter estado horas a fio sozinho em casa, a pessoa deve também ponderar as suas atitudes e perdoar alguns erros cometidos por pessoas próximas.

3. Cuidar – ter atenção aos outros e a si mesmo é fundamental para o bem-estar. Ter um cão implica aprender a cuidar e fazê-lo diariamente, sem exceção. Segundo o Huffington Post, cuidar de um animal ajuda a que as pessoas cuidem de si mesmas e de quem lhes é querido.

4. Atitude é tudo – tal como o cão que, mesmo depois de um dia de solidão e aborrecimento, espera alegremente pelo tutor, a atitude é meio caminho andado para a felicidade. Não importa o que aconteceu ou pode vir acontecer, o pensamento positivo é fundamental para, pelo menos, aproveitar da melhor maneira os pequenos momentos.

5. Passear – se passear é o momento mais importante do dia para o cão, este deve sê-lo igualmente para o tutor. Vários estudos têm associado as caminhadas ao ar livre e junto a espaços verdes com pensamentos positivos e diminuição de comportamentos depressivos.

6. Afetos – dar abraços e beijos é a forma mais eficaz de mostrar afetos e preocupações. Se o tutor faz com o cão e o cão retribui, o mesmo deve ser feito com as pessoas, só assim o carinho oferecido será retribuído.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Notícias ao Minuto

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>