• Home
  • Após fugir, cachorra abandonada segue pai e filho e é adotada por eles

Após fugir, cachorra abandonada segue pai e filho e é adotada por eles

0 comments

Karina, o filho, o gatinho doente, Serena e Amanda (Foto: Arquivo Pessoal)
Karina, o filho, o gatinho doente, Serena e Amanda (Foto: Arquivo Pessoal)

A cachorrinha que foi abandonada por um motorista no último domingo (21), na Zona Oeste de Sorocaba (SP), já ganhou um novo lar. A fêmea, que recebeu o nome de Serena, foi adotada nessa quinta-feira (25) por uma família que se diz apaixonada por animais. “Sempre gostei e ensino para os meus filhos esse respeito pelos animais. Eles já dizem que ganharam mais uma irmã”, diz a nova “mãe” de Serena, Karina Basaldua Chirai.

“Meu marido e meu filho estavam andando a pé pela Avenida Américo de Carvalho [continuação da Rua Capitão Bento Mascarenhas Jequitinhonha] e a cachorra começou a segui-los. Meu marido sorriu para ela e ela se sentiu à vontade para entrar em casa”, conta Karina.

A trajetória da cachorra, do abandono à adoção, foi turbulenta. Ela foi resgatada por uma jovem que viu quando um veículo parou na Rua Capitão Bento Mascarenhas Jequitinhonha, colocou o animal para fora e foi embora. “O carro parou e a porta do passageiro foi aberta. De repente, a cachorra saltou. Minha amiga ainda disse: ‘Não acredito que estou vendo isso’. Quando olhei, vi a cachorra já na calçada, visivelmente perdida. O carro então arrancou, mas a cachorra tentou segui-lo”, contou Amanda Pires..

Comovida, a analista de marketing digital seguiu e resgatou o animal, que foi levado para a casa da amiga que também testemunhou o abandono, Bruna Assaf, no bairro Mangal. A cachorra recebeu o nome de Serena e foi colocada no quintal, protegida por um portão lateral que dá acesso à garagem e pelo próprio portão da garagem. Porém, no dia seguinte, Bruna saiu para trabalhar e, quando voltou, Serena havia desaparecido. “Um vizinho da frente disse que tinha visto ela na rua de manhã. Deixei meus contatos com várias pessoas para que, se alguém a encontrasse, ligasse para mim”, relata.

Desesperada, Bruna saiu à procura da cachorra, mas não teve sucesso. O que ela não sabia era que Serena havia voltado para perto do local onde havia sido abandonada e já estava com Karina, que acreditava estar “hospedando” um animal perdido.

Enquanto isso, Bruna e Amanda ainda buscavam desesperadamente notícias do animal. “A gente se sentiu responsável, porque a gente que tirou ela da rua”, diz Amanda. As duas só souberam que Serena estava bem quando uma pessoa viu a publicação uma Karina e avisou Bruna. Ela acionou Amanda e a dupla foi até a casa da família visitar a cachorra. “Orei para Deus pedindo que colocasse uma pessoa boa no caminho da Serena. Ele me ouviu e colocou cinco: a Karina, o marido e os três filhos. Eles amam animais, são a família certa para ela”, afirma Amanda.

Quando soube da história do abandono, Karina ficou comovida e, junto com a família, decidiu ficar com a cachorra. “Ela é muito obediente, muito boazinha. Chegou aqui com o olhar triste, mas meus filhos se encantaram com ela e não largam mais. O olhar dela já está mudando”, conta a dona de casa, que tem dois meninos, de cinco e 11 anos, e uma menina de sete.

Agora, Serena divide espaço com outro cachorro e os três gatos da família – todos adotados. Um dos felinos, inclusive, tem problemas neurológicos e precisa de cuidados especiais. Mas se engana quem pensa que a doença só se manifestou após a adoção. Segundo Karina, esse foi exatamente o motivo que a fez se apaixonar pelo animal. “Fui até um abrigo de animais e encontrei esse gatinho. Fiquei uma semana sonhando com ele e não resisti. Voltei lá e o trouxe para casa”, relembra.

Fonte: G1 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>