• Home
  • Linha Verde do Disque Denúncia completa um ano

Linha Verde do Disque Denúncia completa um ano

0 comments

Lançado há um ano, o projeto Linha Verde, do Disque Denúncia do Rio de Janeiro já recebeu mais de 8735 denúncias de crimes ambientais ocorridos em todo o Estado entre junho do ano passado e este mês de 2015. Esses números representam 6% de todas as denúncias que entram através da Central de Disque Denúncia, ou seja, um aumento de 2% se comparar com todas as denúncias antes da criação do projeto. Somente em 2015 foram computadas mais de 4050.

O projeto, que é fruto de uma parceria entre o Disque Denúncia e a Secretaria de Estado do Ambiente, foi criado devido à necessidade de identificar crimes que vinham sendo cometidos contra o meio ambiente e que por desconhecimento da população sobre esse assunto, não tinham um local para a destinação de denúncias. Sem essas informações, o ilícito ambiental acabava ocorrendo em uma determinada localização e as forças policiais tinham dificuldades em encontrá-lo.

Dentro dessas mais de 8 mil denúncias que chegaram ao Linha Verde, foi possível identificar que cerca de 40% é referente ao crime de maus tratos contra animais, onde o cachorro, cavalo e o gato são os animais que mais sofrem maus tratos. Outros crimes que têm sido denunciados com constância e que merecem destaque são: extração irregular de árvores, guarda e comércio de animais silvestres, poluição do ar, desmatamento florestal e nesse ano de 2015 foi possível identificar uma mudança no perfil das denúncias, onde o ilícito sobre captação irregular de água (poços artesianos) e comércio ilegal de água teve um crescimento considerável.

Cabe ressaltar também que desde o dia 15 de Abril, está em vigor a campanha “Disque Balão”, que há 16 anos é lançada às vésperas do feriado de São Jorge e que, até o mês de Setembro, quem fizer denúncias sobre soltura, locais de confecção e comercialização de balões e que levem a polícia a obter êxito quanto a apreensão, podem receber recompensas que variam de R$ 300 à R$ 2 mil. A campanha iniciada há 16 anos tem surtido efeito, já que no ano passado, 74 balões foram apreendidos pelo Comando de Polícia Ambiental. Tal pratica de soltar balões vem diminuindo a cada ano.

De acordo com o comandante André Vidal, do CPAm, a campanha lançada pelo Linha Verde é de suma importância a fim de conscientizar a população. “A campanha Disque Balão é fundamental para desestimular esse tipo de prática criminosa, considerando que a despeito de todos os danos causados por essa prática, a legislação ambiental é muito branda e só a conscientização da população poderá minimizar estes efeitos. De uma maneira geral, as informações do Linha Verde vem contribuindo de forma muito positiva para que o Comando de Policia Ambiental produza conhecimentos necessários e oportunos a fim de realizar operações para coibir o número de ilícitos ambientais”, explicou o comandante, acrescentando que a ação ocorre em todas as cidades do estado.

Apreensões

Graças as informações do Linha Verde, tanto o Comando de Polícia Ambiental (CPAm), quanto a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) conseguiram resgatar de cativeiro, nesse primeiro ano do Linha Verde,cerca de 1000 pássaros silvestres, entre curiós, tizil, trinca ferros, coleiros; além de coibir diversos ilícitos entre queimadas, caça ilegal de animais, comércio ilegal e captação de água, extração irregular do solo, queimadas, maus tratos contra animais, extração irregular de árvores, guarda e comércio de animais silvestres, poluição do ar e desmatamento florestal.

“O Comando de Policia Ambiental estimula o uso do Linha Verde para denúncias ambientais, pois a partir desta parceria é possível agilizar os procedimentos a serem adotados pela Corporação na prevenção e repressão dos crimes ambientais praticados em todo o Estado do Rio de Janeiro” explica o coronel Vidal, comandante do CPAm.

A população pode denunciar qualquer crime ambiental em todo o Estado através do Linha Verde, que disponibiliza o telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local). O anonimato é garantido ao denunciante.

Fonte: A Voz da Cidade

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>