• Home
  • Ativista pelos direitos animais cruzará a Argentina de bicicleta

Ativista pelos direitos animais cruzará a Argentina de bicicleta

0 comments

Por Loren Claire Boppré Canales (da Redação)

Fede Sordo tem 31 anos e é o criador de um grupo no Facebook com mais de 52 mil likes. Ele vai percorrer o país de norte a sul de bicicleta, unindo a cidade de La Quiaca, no norte da Argentina, ao Ushuaia, no extremo sul do continente sul americano. Fede vai acompanhado do seu cão, Barón, e da sua firme convicção de que não há animais mais importantes que outros e de que todos têm os mesmos direitos. As informações são do Diário Popular.

O ativista Fede Sordo e o seu fiel companheiro Barón (Foto: Laura Tenenbaum)
O ativista Fede Sordo e o seu fiel companheiro Barón (Foto: Laura Tenenbaum)

Quando Federico Sordo ajudou um cão que encontrou na rua há 3 anos, nunca imaginou que a sua vida iria mudar. Saiu da zona de conforto, quando trabalhava em uma agência de publicidade e consumia carne, para converter-se ao veganismo e se dedicar integralmente à conscientização das pessoas de que não existem espécies mais importantes que outras e que se queremos ter mudanças, só precisamos de vontade.

Mas não foi fácil. Durante 1 ano e meio, passeou cães, trabalhou por conta própria, e durante o período em que os recursos financeiros estavam escassos, sempre encontrou uma mão que o ajudava a se erguer e seguir adiante.

“Há algum tempo, eu devia alguns meses de aluguel ao dono do apartamento onde vivo. Preocupado com o que o dono do apartamento iria me dizer, entrei em contato com ele e lhe disse que em breve iria receber o pagamento por alguns trabalhos que fiz e que iria lhe devolver o dinheiro. E sabe o que ele me respondeu? ‘Fique tranquilo, que eu sei que se isso acontecesse comigo, você também, me ajudaria'”, contou.

Com mais de 52 mil likes no Facebook, o seu grupo “Cascote, um Perro Macanudo“, promove adoções responsáveis e advoga pelos direitos de todos os animais. Mas já há alguns meses que uma ideia rondava sua cabeça. Já não lhe era suficiente a comunicação pela internet, queria chegar a cada vez mais pessoas e foi quando então juntou dinheiro e deu impulso ao projeto “Uma Viagem de Pelos”, cuja proposta é percorrer o país de ponta a ponta.

“Vamos ajudar a melhorar a comunicação dos protetores independentes e dos diferentes grupos que estão ajudando os animais e , paralelamente a isso, vamos dar palestras a crianças na faixa etária acima dos 13 anos para que vejam como é a ideia, como podem levá-la adiante, quais recursos têm aos seu alcance”, explicou Fede.

Com uma simples bicicleta e um carrinho onde levará seu cão, Barón, o ativista irá percorrer os milhares de quilômetros que separam La Quiaca de Ushuaia, na Rota 40, para depois voltar a Buenos Aires utilizando os mesmos meios de transporte.

A travessia não será apenas difícil, mas também levará cerca de 12 a 18 meses para ser concluída. No entanto, isso está longe de deixá-lo angustiado, pelo contrário, o enche de expectativa e ansiedade, especialmente por se encontrar com as crianças de todo o país e poder debater sobre projetos. “O que mais me deixa angustiado é estar sem os meus gatos, mas eles ficarão sob os cuidados da minha irmã, sendo assim ficarei mais tranquilo, pois sei que estarão em boas mãos”, acrescentou.

Cuidados Necessários

Como viajará com o seu cão, ou com o seu irmão, como gosta de chamá-lo, foi preciso informar-se sobre os cuidados que necessita ter para percorrer tantos quilômetros. “Agora o estou acostumando a tomar água com o bebedouro, pois ele terá um no carrinho. Vou levar uma caixa de primeiros socorros para nós dois e já me informei com os veterinários sobre quais plantas são perigosas e quais não são e que dieta devo seguir tanto para ele quanto para mim”, disse.

Para juntar dinheiro, Fede buscou patrocínio junto a várias empresas para que o ajudem a pagar o carrinho cujo valor ronda os 5 mil pesos. Mas como ainda nenhuma empresa se manifestou, um familiar ofereceu sua colaboração.

Apesar dos esforços de familiares e amigos, ainda falta arrecadar mais dinheiro. Por isso Fede, criou um site para que as pessoas possam ajudar e assim ele alcance os 50 mil pesos necessários para realizar todo o itinerário.

“As pessoas podem escolher três tipos de recompensas que existem na página. Uma delas é uma bandeira, outra um caderno de viagens e postais e, também podem aderir a um débito automático para o valor que a pessoa escolher e através disso continuar financiando a viagem”, explicou ele.

Foto: Laura Tenenbaum
Foto: Laura Tenenbaum

Enquanto isso, a página no Facebook ficará a cargo dos outros quatro integrantes da equipe, que irão comunicar as novidades sobre os animais resgatados, além de continuar gerando novos projetos.

“A ideia é que o grupo estimule a criação de outros projetos. Não quero que somente divulguem os animais perdidos ou resgatados, quero também dar as ferramentas necessárias para que as pessoas de outros lugares possam ir ativando as suas ideias. Esta viagem é um projeto que não é para mim, mas que é para todos. Eu acredito que as ideias estão no ar e que somos antenas que as vamos baixando e que se nos reunirmos com diferentes pessoas que as vão realizando, essas ideias podem sempre ser levadas a cabo”, disse Fede.

Sua bandeira é a luta pelos direitos animais e ao lado dela, e do seu irmão Barón, Fede irá em busca de seus sonhos.

“Todos nós nos apaixonamos por uma música de John Lennon. Mas se queremos um mundo mais justo, temos que começar a pensar que podemos estar bem sem incomodar ninguém”, concluiu.

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. DEUS ABENÇOE ESSE RAPAZ E O AJUDE A MOSTRAR AO MUNDO A BELEZA DOS ANIMAIS E O QUANTO ELES DEVEM SER RESPEITADOS !!!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>