• Home
  • Ativistas de direitos animais interrompem lançamento de livro de Kim Kardashian

Ativistas de direitos animais interrompem lançamento de livro de Kim Kardashian

0 comments

Por Monika Schorr (da Redação)

Ativistas de direitos animais confrontaram Kim Kardashian e protestaram contra seu hábito de consumir e usar pele de animais, interrompendo a sessão de autógrafos que acontecia na livraria Barnes & Noble em Nova York, durante lançamento de seu livro, dia 5, terça-feira. As informações são do Their Turn.

Kim Kardashian já foi fotografada usando dezenas de trajes confeccionados com pele de animais
Kim Kardashian já foi fotografada usando dezenas de trajes confeccionados com pele de animais

Depois de uma espera de seis horas na fila, o ativista Crank Dennehy foi direto ao ponto: “Será que você poderia dar um autógrafo para todos os animais que foram torturados e mortos para que você pudesse usar casacos de pele?”

Em uma breve notícia sobre o ocorrido, o blogueiro de fofocas de celebridades, Perez Hilton, escreveu: “Mesmo concordando que usar peles não é uma atitude muito decente, deve ser horrível ter tantas pessoas encarando você e gritando ao mesmo tempo”. Em resposta, um leitor explicou porque essa abordagem é eficaz: “Criar uma situação de impacto junto a alguém que tem milhares de seguidores é uma forma de gerar e ampliar a consciência sobre a terrível realidade dos fatos. Os animais são eletrocutados e têm a pele arrancada enquanto ainda estão vivos e conscientes.”

Animais criados para extração da pele enlouquecem em suas gaiolas antes de serem eletrocutados através do ânus ou de serem esfolados vivos
Animais criados para extração da pele enlouquecem em suas gaiolas antes de serem eletrocutados através do ânus ou de serem esfolados vivos
Kardashian sorri para o ativista Rob Banks momentos antes dele interromper a sessão de autógrafos
Kardashian sorri para o ativista Rob Banks momentos antes dele interromper a sessão de autógrafos

O protesto aconteceu um dia após Rihanna, outra celebridade que promove o uso de peles, ter comparecido ao evento de gala anual do Metropolitan Museum of Art de Nova York usando um vestido todo adornado de pele, do tamanho de uma pequena piscina.

Rihanna em seu vestido de pele
Rihanna em seu vestido de pele

O evento de gala, que angaria fundos para o Metropolitan Museum of Art’s Costume Institute, é organizado por Anna Wintour, editora de moda da Vogue e que defende o uso de pele. Wintour tem sido alvo, há décadas, dos ativistas de direitos animais devido à sua insistente e constante propaganda do uso de pele animal na mídia e nas páginas da Vogue.

Editora da Vogue, Anna Wintour é a mais importante aliada e porta-voz da indústria de peles
Editora da Vogue, Anna Wintour é a mais importante aliada e porta-voz da indústria de peles

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. essa senhora (Kim Kardashian) é um serzinho fútil e imbecil, fico admirada quanta gente acéfala acha esse ser grande coisa, não faz absolutamente nada é um peso morto no mundo, quem neste mundo com um pingo de inteligência quer adquirir um livro fútil de selfies? inaceitável as atitudes desta criatura, agora o protesto aplaudo em pé esses ativistas sim devem ser admirados e reconhecidos.

  2. Criaturas ridículas e cafonas de cabeças vazias e vidinhas artificiais. Quando morrerem vão para baixo da terra vestindo uma roupinha só, né? Certamente de pele para apodrecer devagarinho junto com a carcaça delas.

  3. Linda atitude desses ativistas meus parabéns.
    Sabe,a utilização de pele de animais,é completamente estúpida e ultrapassada,ela não vive mais na época medieval,hoje em dia existem várias formas de se aquecer,milhares de roupas diferentes e que não se utiliza do sofrimento de animais.Isso é um absurdo,ela é uma hipócrita,e quem a admira também.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>