• Home
  • Em três meses, Corpo de Bombeiros resgata 41 animais em Manaus (AM)

Em três meses, Corpo de Bombeiros resgata 41 animais em Manaus (AM)

0 comments

No ano passado, o Corpo de Bombeiros, resgatou um cachorro da raça Chow Chow que estava em um bueiro da Avenida Djalma Batista. Foto: Divulgação
No ano passado, o Corpo de Bombeiros, resgatou um cachorro da raça Chow Chow que estava em um bueiro da Avenida Djalma Batista.
Foto: Divulgação

Entre os meses de janeiro e março, deste ano, o Corpo de Bombeiros resgatou 41 animais só em Manaus. Segundo a assessoria de comunicação do órgão, destes resgates, 20 foram de animais domésticos e 21 de animais silvestres. Durante todo o ano de 2014, o número de salvamento e captura de animais chegou a 209 – 123 de animais domésticos e 86 de silvestres.

De acordo com o Tenente Janderson Lopes, do Corpo de Bombeiros, a maior parte dos chamados é para o salvamento de cachorros e gatos. “A maioria das ocorrências envolve o resgate de cachorro em bueiros. Gatos também são comuns nos resgates. Geralmente, eles estão presos em tubulações ou entre as paredes de residências”, afirmou.

Após a ação dos Bombeiros na captura, os animais são entregues de volta aos donos. Caso, o animal não tenha um tutor, ele é direcionado ao Centro de Zoonose da Prefeitura de Manaus, no bairro Compensa, zona oeste da cidade.

Animais silvestres

Quando a ação de busca e salvamento envolve animais silvestres, o bicho-preguiça é o animal que lidera o ranking, conforme tenente. “Muitos são os casos de bicho-preguiça acessando postes e percorrendo fiação elétrica de locais que ficam próximo de florestas”, declarou. “Em segundo, temos a retirada de cobras de dentro de residências. Em terceiro, encontra-se a captura de jacarés em ruas ou residências próximas a igarapés”, completou.

Para Lopes, a constante urbanização faz com que animais se transportem para as cidades. Ele explica que, normalmente, os animais silvestres são encontrados em bairros e zonas com maior proximidade das florestas, ou seja, lugares onde o animal tem como habitat.

“Como estamos sempre expandindo o território humano em direção a floresta, é natural que os animais dessas regiões acabem transpondo esses limites criados pela urbanização, que pouco tempo atrás também era deles, afirmou.

Depois do resgate do animal silvestre, esse é direcionado as dependências do Refúgio da Vida Silvestre Sauim-Castanheira, pelo Corpo de Bombeiros. Como em alguns casos, o animal apresenta ferimentos, ele é tratado e, depois, devolvido ao seu habitat.

Para a captura, busca ou salvamento de animal, o Corpo de Bombeiros é acionado através do número de emergência 193 ou do contato 0800 720 4040.

Conforme o Tenente, o Centro de Operações procura e tenta direcionar ao local o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM), órgão que atua diretamente no caso de animais silvestres. Caso, o Instituto não possa atender ou a presença da Corporação seja necessária, o Corpo de Bombeiros é acionado.

Fonte: D 24 AM

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>