• Home
  • Veterinária é demitida depois de matar gato com arco e flecha

Veterinária é demitida depois de matar gato com arco e flecha

0 comments

Foto postada no Facebook (foto: Facebook)
Foto postada no Facebook (foto: Facebook)

Uma veterinária do Texas foi demitida da clínica onde trabalhava depois de mostrar, toda orgulhosa, que tinha matado um gato com arco e flecha. Em sua página do Facebook, Kristen Lindsey compartilhou uma foto do animal com a flecha na cabeça. Como se a imagem não fosse suficiente, ela ainda escreveu na legenda: “Primeira vez que mato com uma flecha. O único gato bom é aquele com uma flecha na cabeça. Prêmio de veterinária do ano… aceito de bom grado”.

Mas parece que as pessoas não levaram tão na esportiva a situação. O xerife Jack Brandes, do condado de Austin, classificou como “nojenta” a imagem divulgada por Kristen, de acordo com o “New York Daily News”. Ele enviou dois oficiais à casa da veterinária para investigar se o ato cruel aconteceu. Matar um gato intencionalmente é contra a lei.

“Isso não é aceitável em nossa sociedade. Não gosto disso e espero não ter que lidar com uma situação como esta de novo”, Brandes disse.

Kristen perdeu o emprego na Washington Animal Clinic, que publicou um comunicado de repúdio em sua página na internet: “Caros amigos, clientes e outras pessoas interessadas, nós soubemos da conduta que é discutida no Facebook. Estamos absolutamente chocados, tristes e revoltados. A senhora Lindsey não faz mais parte do nosso quadro de funcionários. Nós não permitimos tal conduta e a condenamos da maneira mais forte possível. Por favor, saibam que, quando informados sobre isso, respondemos rapidamente e de forma adequada e, por favor, não achem que essa terrível conduta é a da Washington Animal Clinic ou de qualquer de seus funcionários”. O nome da veterinária foi retirado da placa da clínica, que recebeu mais de 500 ligações de clientes furiosos com a atitude da veterinária, segundo a “KBTX”.

Fonte: Bem Paraná

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Traiu seu juramento de salvar vidas, escolhendo a profissão errada e melhor faria se não fizesse nada na prisão onde deveria estar para não poluir o ar que animais respiram e nem transmitir, para humanos, sua doença incurável de ser má.

  2. Esta é a veterinária do Holocausto Animal. Seria mais uma “rainha da caça” mal resolvida como veterinária!? Psicopata, sádica e de uma índole verdadeiramente monstruosa. Têm crescido muito os maus tratos a animais, exatamente pela falta de políticas em sua defesa e sem uma jurisprudência própria, que trate estes monstros com a punição que merecem. A minha satisfação, é que vêm crescendo (em número maior ainda) mundo afora, as manifestações em defesa destes, enquanto que, uma nova consciência mais sólida e resultante dessas falhas, vai tomando lugar e o destaque que merece no intuito de de se modificar todo este estado de coisas. Nossos amigos merecem cada vez mais.

  3. Maldita. Traiu seu compromisso com a vida animal. Cadeia nela, e posteriormente ardendo no fogo do inferno. ana lucia bongiovani fioroni – presidente prudente -sp.

  4. que coragem uma veterinária que deveria salvar a vida dos animais mostra o seu lado negativo espero que ela nunca mais consiga emprego em lugar nenhum e que tenha remorso pelo oque fez

  5. ELA DIZ…”PRIMEIRA VEZ QUE MATO UM GATO COM ARCO E FLECHA”…DE ONDE PODEMOS CONCLUIR QUE,COMO VETERINÁRIA,DEVE TER EUTANASIADO,DIVERSOS ANIMAIS! DEVERIA SER LINCHADA PELA POPULAÇÃO LOCAL E PRESA,ESSA “VADIA”! ELA É QUEM MERECIA “UMA FLECHA NA CABEÇA”,QUE,PELO VISTO,NÃO TEM NADA DENTRO!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>